Resenha: “Caçadores de Tesouros” de James Patterson e Chris Grabenstein

Saudações Leitores!
Eu não resisti e nem titubeei quando vi Caçadores de Tesouros*, o livro de tão perfeito e bonito furou a fila de leitura e o li quase que imediatamente após recebê-lo, confesso que tive um medo danado de ler porque minhas experiências e referência de James Patterson não foram das melhores [aquela série Bruxos & Bruxas é um horror!], mas venci o medo e mergulhei de cabeça nesse livro, confiram a resenha!!!

Caçadores de Tesouro, James Patterson e Chris Grabenstein, Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito (#Irado), 2014, 384 pág. Traduzido por Luciana Garcia. Ilustrado por Juliana Neufeld

Treasure Hunters (2013) foi escrito por James Patterson em parceria com Chris Grabenstein, trata-se de uma série infantojuvenil. Patterson, como já sabemos, é muito versátil ao escrever para diversos públicos: intantojuvenil, adultos e até mesmo romances românticos além de seus famosos policiais.
Nesse livro temos um livro narrado em primeira pessoa: por Bick. A narrativa é bem interativa e o narrador personagem não só narra a história, mas interage com o leitor e diz que sua irmã gêmea vai fazer os desenhos [sim, o livro é repleto de desenhos].

Caçadores de Tesouros é um infantojuvenil adorável, conta a história da família Kidd que pegos de surpresa por uma tempestade em pleno o mar perdem o pai, sendo que a mãe já havia sumido algum tempo atrás. Portanto, ficam apenas os gêmeos Bick e Beck e os irmãos Tommy e Tempestade. Como era de se esperar os irmãos ficam devastados pela perda, mas decidem continuar seguindo a trajetória de seus pais, ou seja, decidem continuar caçando tesouros.
No meio da caça aos tesouros muitas aventuras e perigos acontecem e, claro, muitas revelações acerca dos pais, da família, de tudo. Perdido, o navio da família Kidd, é palco para aventuras, mistérios e muitas brigas, conflitos e segredos.


Gostei bastante desse livro, foi muito inteligente a escrita e a narrativa, claro que houve detalhes que me deixaram revoltada e alguns diálogos e tagarelice de gêmeos meio bizarras, mas estes detalhes não fizeram o livro perder o brilho, para ser mais precisa – em comparação com a série Bruxos e BruxasCaçadores de Tesouros é muito mais brilhante e incrível, além do mais, tem personagens cativantes e ao mesmo tempo reais. 
É uma mistura de pirataria e ao mesmo tempo tecnologia, pois a história se passa no nosso tempo e faz uso de tecnologias como computadores e celulares [entre outras coisas]. Particularmente, gostei bastante de Caçadores de Tesouros é uma leitura fácil e atrativa, consigo imaginar essa leitura agradando a todos os públicos, mas em especial ao público alvo: crianças e adolescentes apaixonados por livros de aventura e pirataria. Estou tão encantada com a história que estou ansiosa pela continuação da série, que o próximo livro não demore a chegar.

Mesmo reconhecendo alguns pontos que fugiram e que não ficaram de todo legal na narrativa admito que Caçadores de Tesouro superou minhas expectativas, talvez porque minha experiência anterior com os livros de Patterson (Bruxos e Bruxas) não tenha sido boa e agradável e, assim, ler Caçadores de Tesouro foi surpreendente e não vejo a hora da continuação, pois o final do livro foi surpreendente.
Não posso deixar de comentar a respeito da diagramação que a Editora Novo Conceito realizou nesse livro, as ilustrações são lindas, o livro é estilo o que lá fora se chama hardback, no Brasil: capa dura. Muito bem finalizado. Peca um pouco na tradução – foram traduzidos termos desnecessários e colocado nomes que certamente na versão original não tinha – mas nada prejudicou a leitura, creio até que facilita a compreensão para os mais jovens leitores que não estão familiarizados com a cultura e termos culturais do país de origem.

Engraçado, irônico, inteligente, mistérios, segredos, aventura e muitos piratas: se você gosta desses ingredientes em um livro, então, Caçadores de Tesouro é leitura obrigatória para você. Pegue a chance e navegue no oceano a bordo de Perdido e os irmãos mais fabulosos, corajosos e inteligentes dos sete mares: os Kidd.

Camila Márcia


* Este livro foi cortesia da Editora Novo Conceito (#Irado)

11 comentários:

  1. Adoro esses livrinhos ilustrados!
    Gostei desse, espero conseguir ler...
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rizia,

      O livro não só tem umas ilustrações liiiindas, mas a história é bem legal e divertida - o que me surpreendeu porque tenho só a série Bruxos e Bruxas como referência da escrita de Patterson e, vamos convir, essa série é uma... bem, duvidosa.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  2. Você já conhece minha opinião, por isso vou evitar de repetir isso.
    Como você sabe, Mila, sou um grande fã do trabalho do Patterson, por isso fiquei extremamente feliz quando soube que você gostou desse livro - até respondi seu comentário no meu blog dizendo exatamente isso. O motivo dessa felicidade foi por ter conhecimento da sua decepção em relação a série Bruxos e Bruxas, então, ver que você considera essa como uma leitura obrigatória não poderia ser melhor.
    Espero que a NC lance o próximo livro o quanto antes e que o Patterson acelere a escrita dos próximos. kkkk

    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rick,
      Então... eu odeio a série Bruxos e Bruxas e até então era minha referência de Patterson, o que era completamente negativa, então... então eu estava receosa em ler Caçadores de Tesouro e acho que esse medo me fez ver pontos bem positivos no livro e me divertir bastante, eu amei - de verdade - e ler esse livro me fez ter vontade de ler outros livros de Patterson... Embora eu preferisse que ele não escrevesse séries infinitas... poderia ser uma trilogia não?! hihihihi

      Excluir
  3. Parece ser um bom livro :)
    Adicionado a lista ♥

    ResponderExcluir
  4. Olá, flor! Eu estou com esse livro aqui para ler, mas ainda não tive oportunidade. A diagramação dele está uma coisa linda mesmo! Eu abri as páginas quando recebi e fiquei babando *-*

    Beijinhos!

    Bia - Blog Escrevendo Mundos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bea

      Vale a pena você fazer ele furar a fila de leitura... é bem bacana e a leitura é muito rápida...

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  5. Li uns três capítulos com meu filho e até ali adorei. Realmente pra quem leu Bruxos e Bruxas, deu uma boa melhorada. Só me bateu um receio quando você pontuou algumas coisas que te deixaram incomodada. Só conferindo mesmo, né?

    Beijos
    Fê - Leitora Incomum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fê,

      Puxa, eu que odeio Bruxos e Bruxas consegui gostar de Caçadores de Tesouros, então certamente você vai gostar e independendo do que apontei e me incomodou, talvez, você não dê tanta importância... porque são pontos de vista, e só em ser melhor que Bruxos e Bruxas vale a pena correr pro abraço e devorar as páginas...

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  6. Oi Camila.
    Esse foi o terceiro livro que li do autor, e ao contrário de você eu tive boas experiências.
    Esse livro eu também gostei, super leve, descontraído, não busco nada além disso num infanto juvenil.
    Não tive problemas com as tagarelices dos gêmeos, e creio que a criançada que vai se divertir.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!