Resenha: “Sou Louco Por Você” de Federico Moccia

Saudações Leitores!
Descobri que sou uma Garota Moccia \õ/ simplesmente amo a forma como Federico escreve, com uma realidade impressionante, sem querer agradar o leitor, mas com o objetivo de contar a história o mais real possível e isso é de partir o coração, mas também é reconfortante. Espiem minha resenha:



Sou Louco Por Você, Federico Moccia, São Paulo: Planeta do Brasil, 2011, 347 pág.
Tradução de Sandra Martha Dolinsky

Ho Voglia Di Te (2006) no Brasil Sou Louco Por Você escrito por Federico Moccia é a continuação de Três Metros Acima do Céu. Vários anos após ter escrito 3MSC, Federico resolveu presentear a todos os fãs com uma continuação de tirar o fôlego. Detalhe, a continuação também sofreu adaptação cinematográfica em duas versões Italiana (Ho Voglia di te, 2007) e Espanhola (Tengo Ganas de ti, 2012).
Sou Louco Por Você me deixou numa situação conflituosa durante toda a leitura, não foi nem de perto o que eu estava esperando e torcendo para que acontecesse. Quem leu 3MSC sabe que o gostoso do Step vai embora para tentar esquecer Babi e nesta continuação, Step volta para a Itália e volta com seus conflitos, preocupações, medos e ainda com uma faísca de amor que a qualquer momento pode pegar fogo.

"O amor, porém, é quando você não respira, quando é absurdo, quando sente falta, quando é bonito mesmo que esteja desafinado, quando é loucura... Quando só de pensar em vê-la com outro você atravessaria o oceano a nado." (p.20)

Step começa a trabalhar e de uma forma incomum conhece Ginevra – carinhosamente apelidada de Gin – e é aí que começa as mais loucas aventuras e loucura e o nascimento de uma paixão assustadoramente intensa. Federico Moccia nos apresenta paulatinamente a garota que irá mudar a vida de Step, que encontra a cura de um amor com outro amor.
Enquanto Frederico Moccia delineia a paixão entre Step e Gin, nos fazendo ir a loucura com as maluquices do casal – porque aqui o escritor acertou em tudo: Gin é quase como um Step na versão feminina: destemida, malhada, aventureira, briguenta (ela é perfeita para Step) – ao mesmo tempo parte o coração daqueles leitores mais conservadores que shippavam Step e Babi e tinham a esperança de vê-los juntos.

"Amor não é como fazer contas na loja. Amor é quando você faz uma loucura, como aquela inscrição na ponte. "Você e eu, a três metros acima do céu". Isso, isso é amor." (p.68)

Podem tirar o ‘cavalinho da chuva’ isso não vai rolar buááááá e, do meio para o fim você – caro leitor – perceberá que isso condiz com a realidade: Babi e Step eram o primeiro amor, um sentimento puro que aconteceu, foi lindo, mas acabou, ficou no passado... Após dois anos os dois mudaram, Step mudou e Babi seguiu sua vida fútil de sempre. Na vida real é quase uma raridade alguém ficar junto do primeiro amor!
Em Sou Louco Por Você também observamos os antigos personagens como Pallina, Babi, Daniela, a mãe e o pai de Babi e o que vem acontecendo a todos, é uma surpresa ver as mudanças drásticas e até triste de alguns desses personagens que aprendemos a amar.
De uma coisa tive certeza – e constatei – ao ler Sou Louco Por Você, Moccia escreve uma história romances que por mais fictícios que sejam tem contornos reais e ele não vem para passar a mão na cabeça do leitor e dar aquilo que queremos, ele mostra exatamente como o tempo dá voltas e sempre muda a vida e as pessoas.

"Sei que parece brega, mas o amor é paixão, obsessão, por alguém sem quem não se vive. Eu digo: pule de cabeça, encontre por alguém a quem amar com loucura e que o ame da mesma forma. Como encontrá-lo? Esqueça o cérebro e ouça seu coração. Eu não ouço seu coração. Porque a verdade, meu amor, é que não faz sentido viver sem isso. Fazer a viagem e não se apaixonar profundamente equivale a não viver. Mas você tem que tentar, porque, se não tentar, nunca vai viver..." (p.331)
          Não vou dizer que amei Sou Louco Por Você, porque me senti contrariada e sou uma romântica incorrigível, mas ele é um romance lindo e cheio de detalhes delicados, é daqueles livros que precisam sempre de releituras, porque passam a ser inesquecíveis. O final foi exatamente esperado para o que já vinha se delineando durante a narrativa, mas é claro que teve partes bem dramáticas e lágrimas derramadas em algumas das páginas, no entanto esse final também é passível a uma continuação, quem sabe Federico Moccia não nos presenteie novamente com mais Step!

31 comentários:

  1. Nossa é a primeira vez que escuto falar de Federico Moccia e já tão bem recomendado e já destacando que ele teve sua obra adaptada para o cinema. Para onde eu estava olhando Jesus que não vi esse homem?!?!?

    Eu não li o primeiro livro que da origem a esse, mas concordo com você: "Na vida real é quase uma raridade alguém ficar junto do primeiro amor!" Geralmente esse vem para nos ensinar algo, mas depois passa e nós acabamos encontrando alguém que realmente combina conosco.

    No final da resenha fiquei com vontade de conhecer o autor e o Step que gerol tanto suspiros por aqui.

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pandora, que lindo comentário. Estou muito grata.
      Eu acho que você deve aproveitar a oportunidade de ler Federico Moccia assim que ela surgir!!! Ele é um escritor que me agrada pelo fato de saber retratar muito bem os pensamentos e ações juvenis, tudo o que ela fala é possível, real. Gosto disso: é real, sem ser tão cruel. E o Step é um gostoso!!!!!

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  2. Eu particularmente odiei esse livro, amei o primeiro Três metros acima do céu, simplesmente divino, apesar do final um tanto triste, mas esperava encontrar nesse Sou louco por você um final feliz e amoroso entre Babi e Step, mas infelizmente surgi uma outra garota, não suportei. Apesar de td acreditava que Babi e Step teriam que ficar juntos por td que já tinham passado, esse livro me entristeceu muito, me fez chorar diante dos fatos tão originais e realistas, acho que isso interveio quanto ao meu julgamento em relação ao escritor pq não consigo ler mais nada dele sem me lembrar no triste fim entre Babi e Step. :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rosângela...

      O fato de eu esperar que babi e Step ficassem juntos e isso não ter acontecido, de fato, me fez ficar muito triste, mas sabe a vida real é como o Federico nos apresentou nesse livro: nem tudo sai como queremos, esperamos ou desejamos... E a gente percebe que o Step e a babi eram muito diferentes e viveram o primeiro amor, mas ele passou...

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  3. Eu realmente estou decepcionada com esse final...Nunca tinha lido um livro de Mocci...Mas quando eu fui apresentada para "Três metros acima do céu" fiquei fascinada pelo encanto do amor de Babi e Step, mas logo depois quando li o "Sou louco por você" perdi o chão..Quando simplesmente o Step se apaixona pela Gin...Eu sei que na vida real acontece, mas falar que como se o relacionamento de Step e Babi fosse uma simples "paixonite" adolescente...Não gostei, mas ainda tenho a esperança de Mocci nos presentear com mais uma continuação, que o casal Babi e Step fiquem juntos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Caroline,

      acho que nossos sentimentos em relação ao livro são bem semelhantes, mas hoje - após algum tempo que li - consigo ver o lado bom desse final, não sei se acontece com todos, mas eu tenho uma tendencia de analisar os livros melhor com o tempo... tipo, livro que li ano passado, eu consigo ver sob todas as perspectivas de alguns personagens... A Babi foi uma sacana, sempre muito imatura... o Step por mais irresponsável que fosse tinha uma maturidade e uma visão tão diferente de Babi, que era impossível ficarem juntos por muito tempo. Tem tantas coisas rolando por trás das linhas... do escrito...

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
    2. Oi Camila, pensando por esse lado...Vemos que são realmente duas pessoas totalmente diferentes...Mas é tão bom sonhar que mesmo com as diferenças pode sobreviver o amor...Se for pra Step ser feliz sem a Babi poderia surgir uma nova personagem que ele conquistasse e não a Gin (ela é quase obcecada por ele)...Pra mim Step fica com ela porque, descobre o diário dela...Mas então vamos na esperança de um melhor final rsrs :)

      Excluir
    3. Pois eh Caroline... tem esse lance da 'quase obsessão" da Gin, mas eu não sei se ele ficaria com ela só por causa do diário, não parece o estilo dele, mas pode ter influenciado a decisão dele, porque ele passou a se importar mais e quando a gente se importa mais deixamos as portas abertas para o amor...
      Acho que os dois são bem novos e tem muito ainda para viver... talvez eles encontrem outras pessoas (se houver algum novo livro)...

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  4. Fiz tudo ao contrario assisti ao filme 2, torci pela Gim. E depois assisti ao filme 1, e continuo torcendo pela Gin. Agora vou ler o livro 2, nao quero saber da Babi, achei que ela correu muito ligeiro pro outro cara, poderia ter dado um tempo antes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahah que graça Renata... apesar de você ter feito ao contrário, parece legal olhar a história por essa perspectiva... do 'fim para o começo' e não do 'começo ao fim'. Curti.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  5. Não gostei do livro. Achei uma leitura muito cansativa. Três metros acima do céu é infinitamente melhor. A Gin é uma chata de galocha e chega até ser bem infantil em vários trechos do livro.....Na metade da leitura fica claro que Step e Babi não ficarão juntos, mas confesso que fiquei decepcionada com a falta de ousadia do autor que poderia ter dado um final bem diferente para todos, inclusive para os protagonistas da história. Não recomendo a leitura!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Keila,

      acho que entendo seus sentimentos, mas um livro não deve ser analisado apenas pela nossa vontade de que aconteça ou não determinadas coisas, tem que ser visto como um todo, o contexto a situação de cada um dos personagens e como um livro é para ser uma representação ou recorte de uma realidade, devemos tipo, comprará-lo com a vida real: Como seria essa história na vida real? Qual seria a solução ou o fim?

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  6. Camila li aqui pelas suas respostas ao comentários em que voce teima em dizer que na vida real é quase impossivel deles ficarem juntos e que devemos olhar sob a perspectiva do mundo real.
    Vou te dizer uma coisa : a vida real é uma droga !!! Pelo menos quando leio um livro eu quero que ele tenha um final feliz , mas claro muitos dos que amo n terminão tão bem porém é sempre esse o meu desejo e sabe pq
    Porque preciso acreditar no impossível , principalmente em relação ao amor. Isso nos faz ter esperança de que algo maravilhoso aconteça na nossa vida ... é sonhador, eu sei masme diga se não são nossos sonhos que nos motivam
    Acredite eu gosto em historias de amor que haja reviravoltas brigas e tudo mais ... pq isso é oq aconteçe mas meu coração sempre anseia pelo final feliz.
    então não. Eu nunca irei me conformar com esse fim , ainda aguardo o ímpossivel.
    Beijão !!! E por favor torça comigo ;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida real pode surpreender e os livros mais ainda...rsrsrs
      Eu não sou a pessoa mais experiente do mundo (ainda preciso quebrar muito a cara para chegar mais próximo) e sou uma romântica incorrigível, quero que ao menos os meus personagens preferidos tenham finais felizes - mesmo que eu não tenha finais felizes na minha vida real - mas eu sempre gostei de ver coerência nos finais, se o final feliz fica forçado (do tipo que a gente percebe que o autor tentou agradar, fazer bonito e fazer com que tudo fique bem) não gosto. Tem que ser algo que vai acontecendo dia após dia... e acho que a gente reluta mesmo quando algumas coisas acontecem, mas de repente estamos envolvidos. Foi isso que aconteceu com Step e Gin, foi acontecendo... enquanto a babi escreveu seu próprio futuro.
      E a vida real é triste, muito triste: pessoas perdem empregos, passam fome, ficam carentes e morrem... sempre tem alguém sofrendo... mesmo que haja infinitos momentos de felicidade há muitos de tristeza também.
      Ma seu torço por você, porque o amor tem que vencer no final... nas inúmeras vertentes em que ele existe.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  7. Oi adorei seu ponto de vista sobre o filme! Penso como vc... Mais acho que faltou realmente um ponto final na história, os dois ainda se amavam! Então será que terá o 3 livro/ filme??? Oque acha? Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ju,

      Gostaria muito que houvesse tanto um terceiro livro (que acho mais provável) e um terceiro filme (pouco provável), mas vamos que vamos... a esperança é a última que morre.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  8. Na verdade só vi os filmes estou louca para lê os livros, o filme gostei mais de Gin, e gostei do fato do autor ser realista sobre o amor.
    Confesso que fiquei receosa sobre o filme, pois queria que ele voltasse com Babi, mas depois me apaixonei pele historia dele com Gin.
    não faria sentindo ele volta para Babi depois da historia dele com Gin.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rosana,

      Sendo realista eu realmente compreendo e acho mais possível um relacionamento entre Step e Gin, do que Step e Babi... e achei os dois fofos, mas aquele lado romântico e bonito do primeiro amor... nossa, nunca vou superar Babi e Step.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  9. E infinitamente melhor o primeiro livro (Três metros acima do céu).
    Step e Babi, o melhor casal sempre. Na minha mente eles estão juntos e sempre estarão sempre.
    Odeio o segundo livro, o filme tudo do segundo pra mim eu finjo que não existe e nem li e muito menos ver, nunca mesmo.
    Odeio a Gin. Ela é uma ridícula horroza.
    Kkkk Acho que sou doida kkkkk
    Pra mim sempre só vai existir o primeiro livro e filme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha... Luane, eu sou romântica incorrigível (pelo menos minhas amigas dizem que sou) então sempre vou amar o Step e a Babi juntos, mas não consigo fingir que não existe a Gin (como você faz) e apesar de ela ter manipulado tudo para o relacionamento entre ela e Step acontecer, não consigo deixar de pensar o quanto os dois fazem sentido se olhar o desenvolvimento de TODOS os fatos.

      Step ♥ Babi >>> FOREVER

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
    2. Acredito que os filmes não seguem a linha dos livros. Tenho a impressão que as adaptações para o cinema puxam a sardinha para Babi e H, digo isso porque assisti aos filmes antes de ler os livros. Babi e Step é bonito, mas Gin e Step é sintonia pura. Gosto muito do segundo livro, retrata bem como a vida é. Gosto da evolução do Step, acredito que o amor dele por Babi o transformou em um novo homem, o fez amadurecer e isso é muito bacana. Nunca fui muito com a cara da Babi no livro Três Metros Acima do Céu e Sou Louco por Você só veio confirmar minhas suspeitas: Ela é uma sonsa fútil! o segundo livro mostra bem o caráter dela, em pleno noivado, sabendo que Step havia seguido em frente e estava feliz a sonsa resolve reaparecer na vida dele cagando tudo. E não foi por amor, foi puro egoísmo, queria apenas uma noite com ele enquanto ele sempre quis tudo. Quem tem boa opinião sobre Babi baseado apenas nos filmes aconselho a ler os livros, quem realmente shippa Babi e Step mesmo pelos livros acho super compreensivel hahha. Enfim, Federico Moccia confirmou o terceiro livro para 2017, agora é só esperar e ver como termina a história. Eu, particularmente torço por Gin e Step <3

      Excluir
    3. Oi Ana,
      Como sempre saliento, Moccia não é romântico, é realista! Ele escreveu Step e Babi como o primeiro amor que tira os pés do chão, lindos e fofos, mas que nunca chegaram a combinar realmente... e se comprova do segundo livro (como vc disse) Gin e Step tem muito mais a ver, uma sintonia... combinam e embora tenha havido manipulação isso, sim, foi por amor.
      Não dá para fazer um julgamento dos personagens só pelo filme, porque é muito sintetizado e é uma leitura feita pelos roteiristas (que como nós simpatizam por um casal em detrimento de outro), mas os livros tem muitas informações e uma exposição maior do caráter e personalidade dos personagens.

      Eu estou surtada para o dia 24 de Janeiro de 2017 porque quero demais ler Tres veces tù... compro até em espanhol de tamanho desespero, já que a Planeta ainda não confirmou a publicação e é uma pena que não editem o primeiro livro... muita gente procurando e não conseguem comprar.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
    4. Olá Mila,
      Nossa, tô aqui na torcida para que seja publicado em português, sonho em encontrar Três Metros Acima do Céu, tive que ler em pdf e queria muito ter o exemplar pra mim <3. Bem que nós fãs poderíamos fazer uma pressãozinha na Planeta para publicar Três Veces Tu e também republicar Três Metros Acima do Céu, né? hahha. Parabéns pelo site e pela atenção com os leitores!

      Excluir
  10. Pra mim o amor prevalece,o que babi e step viverao ñ pode ser deixado pra tras....amaria um terceiro filme😘😘

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anagela, o autor confirmou o terceiro livro!!!!! Será publicado dia 24 de janeiro de 2017.

      xoxo
      Mila F

      Excluir
  11. Pra mim o amor prevalece,o que babi e step viverao ñ pode ser deixado pra tras....amaria um terceiro filme😘😘

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O terceiro LIVRO está chegando! 24 de janeiro de 2017!!!! ♥

      xoxo
      MilaF.

      Excluir
  12. são dois livros comoventes mas gostaria que babi e step ficassem juntos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila, acredito que os livros do Moccia mechem com as pessoas, deixam confusos... porque ficamos na torcida tipo, queremos o conto de fadas tradicional ou queremos um casal que seja real, que combine?

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  13. Não li os livros, mas faço uma avaliação pelos dois filmes. Afinal,quando o autor transforma a leitura em filme ele apresenta ao leitor e a quem não teve o contato com o livro como eu, a assistir os principais capítulos. No primeiro filme acontece um amor puro e verdadeiro de tirar o fôlego. Mais os personagens do filme não souberam amadurecer a relação. Como é um casal jovem, então, faz sentido se comportar dessa forma. Não que todos os casais jovens ajam dessa forma, porque cada caso é um caso, mais me refiro a esse caso especifico. Os dois no meu ponto de vista combinavam, apesar de suas diferenças. O Step fazia de tudo para agradar Babi da sua maneira, é claro. E a fez enxergar um mundo que foge da sua realidade. O mundo de risco e aventuras. A Babi também fez com que ele conhecesse o amor e se tornasse uma pessoa melhor. Isso é evidente. O problema de ambas é porque não souberam respeitar o espaço do outro. Ele agiu do seu modo para que ela não fosse expulsa da escola, o que a irritou, pois pensava que tinha conseguido por mérito próprio. E a Babi, por ter o ferido mais ainda com suas palavras frente a dor na qual Step estava sentindo por perder um amigo. Ainda por cima, ele reage de forma agressiva, o que para ela foi o fim. Os dois sofrem muito com a separação e isso é visível no filme SOU LOUCO POR VOCÊ. Ele mesmo com outra pessoa não a deixou de amar. O amor só se vive uma vez, na verdade, só se ama uma vez. A despedida depois de fazerem amor isso só mostra que por mais que existisse magóas pelo o que houve no passado eles continuavam se amando, não com a mesma intensidade, mais o amor ainda existe. E pode ter certeza que esse passo foi doloroso. O amor não pode ser egoísta, então ele deixou a ir. O que leva Step conhecer outra pessoa é o simples fato de pensar que Babi está feliz, e na verdade estava antes dela saber que ele tinha voltado. Step também ficou feliz por encontrar uma pessoa tao parecida com ele, a paixão surgiu quando ele menos esperou, porém, o amor verdadeiro nunca se esquece. Iniciar um relacionamento com ressentimento seria abrir outra ferida. Os dois se permitiram se envolver com outras pessoas para preencher o vazio que o fim do relacionamento deixou. O que não foge da nossa realidade. Porque no mundo real algumas pessoas tomam decisões erradas consequente ao passado. E se o destino quiser, haverá uma segunda chance de recomeçar com a pessoa que na verdade nunca se foi do nosso coração. O segundo filme deixou em aberto para se lançar outro, e espero que o autor faça o fechamento dessa história. Vale ressaltar que tem casais que por mais que se amem é melhor para eles estarem separados do que juntos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Larissa, muito bom seu pensamento.
      Acho mesmo que rolou muita mágoa no fim de Step e Babi, uma pena.
      Step e Gin combinam muito mais e o romance deles é bem mais maduro, só que também fico em duvida e Step será capaz de amar Gin como ela merece, por ainda ser apaixonado por Babi.
      Não tenho certeza de Step e Babi poderão ser felizes separados, mas acho pouco provável que depois de tudo eles consigam se acertar... é muita história, perdas e traições...
      Estou esperando ansiosa o terceiro livro ser publicado no Brasil, mas antes mesmo vou comprar em e-book logo que a Amazon disponibilizar, porque pode ser que demore a publicação nacional e eu não tenho paciência... muito curiosa.

      xoxo
      Mila F

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!