Filme: Simplesmente Acontece

Saudações Leitores!
Depois de ler o livro da Cecelia, Simplesmente Acontece, eu precisava desesperadamente assistir ao filme e mesmo ainda com uma ressaca literária braba e com o coração apertadinho fui assistir esse filme na certeza de que iria amar e me emocionar. Dito e feito! Só lamento ter demorado tanto para postar minha opinião. Eu tinha esquecido completamente que já tinha escrito essa postagem e estava nos rascunhos do blog. hihihihi

Título: Love, Rosie (Original)
Ano: 2014
Direção: Christian Ditter
Gênero: Comédia, Romance
Países de Origem: Canadá, Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte.


Sinopse: Os jovens britânicos Rosie (Lily Collins) e Alex (Sam Claflin) são amigos inseparáveis desde a infância, experimentando juntos as dificuldades amorosas, familiares e escolares. Embora exista uma atração ente eles, os dois mantêm a amizade acima de tudo. Um dia, Alex decide aceitar um convite para estudar medicina em Harvard, nos Estados Unidos. A distância entre eles faz com que nasçam os primeiros segredos, enquanto cada um encontra outros namorados e namoradas. Mas o destino continua atraindo Rosie e Alex um ao outro.

Minha Opinião:

Não consigo negar e nem esconder o quanto a escritora Cecelia Ahern é expert em brincar com meus sentimentos e foi exatamente isso o que aconteceu quando li Simplesmente Acontece (resenha AQUI) eu fiquei devastada e com uma incomparável ressaca literária, portanto, na primeira oportunidade que tive de assistir ao filme eu a agarrei. E foi uma euforia só: à la Rosie.


Vou tentar expressar o que senti assistindo esse filme, mas já deixo todos de sobre aviso: é difícil falar de filmes tão bons! Vocês são obrigados [por mim] a concordar comigo. O que dizer? Bem... os cenários são DIVOS, a fotografia maravilhosa, a trilha sonora uma delícia e a escolha dos personagens, não poderia ter sido melhor. De fato.
Sem dúvida posso abrir minha boca e assumir que o filme correspondeu absolutamente as minhas expectativas em todos os quesitos.
Os atores que fizeram Rosie e Alex, respectivamente Lily Collins e Sam Claflin foram exatamente brilhantes e perfeitos um para o outro shippei totalmente o casal. Tinham uma química incrível e dava para perceber que os olhares de ambos falavam muitas coisas. ♥ Completamente amorzinho os dois.


O enredo em si, é bem fiel ao livro, mudou alguns detalhes, cortou cenas bem legais, mas de uma maneira geral a essência do livro estava toda no filme, houve mudanças de nomes e essas coisas, mas foi lindo e quem se importa com esses detalhes quando há um casal incrível para shippar? Ok, vou parar. Alguns detalhes são realmente importante, mas acredito que quase nada se perdeu durante a adaptação, e o filme tem o mesmo poder do livro de emocionar, fazer-nos suspirar e se encantar e sofrer com as reviravoltas e desencontros da vida de Rosie e Alex. Dá vontade de pegar os dois e trancá-los até eles resolverem as paradas deles.


O meu maior medo quando li o livro era que a adaptação não ficasse boa, porque eu ficava imaginando em minha mente o seguinte: como é que os roteiristas e diretores iriam fazer para essas cartas/bilhetes/e-mails etc, presentes no livro, se tornarem uma história convincente na tela? Achei muito boa a forma como foi produzido o filme e quero assistir milhares de vezes até decorar todas as falas. ♥ Sim, sou dessas!

Tem como não shippar esse casal? ♥
Só digo uma coisa, para finalizar esse post, vocês precisam conferir esse filme e o livro, claro!

4 comentários:

  1. adorei o post e sua comparação! ja ouvi mts desse tipo sobre esse livro mesmo, todos falam que mesmo nao sendo uma adaptação fiel eh mt boa e eu pessoalmente tb gostei do filme, mesmo que ainda eu nao li o livro
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lud,
      Como falei no post, não tenho do que reclamar da adaptação, e isso é bem difícil, há uma grande quantidade de livros adaptados, mas nem todos primam pela essência e qualidade do livro, em SIMPLESMENTE ACONTECE há uma boa harmonia entre livro e adaptação que atrevo-me a dizer que não se perde muita coisa.... Lindo!

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  2. Eu sou mega fã da Cecelia Ahern. Mas acredito que a tradução do livro não foi boa. Eu preferi o filme que o livro. Apesar da adaptação ter sido bem diferente da proposta do livro, a situação do casal foi bem colocado no filme, gostei bastante ♥ ♥ ♥


    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério Helana,

      Achei o filme muito parecido com o livro, embora tenham mudado várias coisas, mas a essência da história não se perdeu.
      Sobre a tradução eu gostei, não tenho queixas, na realidade fiquei tão feliz com a publicação, pois fazia anos que queria ler, mas já tinha esgotado a edição.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!