Resenha: “Sr. Daniels” de Brittainy C. Cherry

Saudações Leitores!
Recebi o Sr. Daniels* de surpresa em minha casa, nunca tinha ouvido falar nem no livro e nem na escritora, mas que doce surpresa, que maravilha de livro. Não conseguia nem soltá-lo que já me doía ficar longe do Sr. Daniels.


Sr. Daniels, Brittainy C. Cherry, Rio de Janeiro: Record, 2015, 322 pág.
Traduzido por Alda Lima

Loving Mr. Daniels (2014), no Brasil apenas Sr. Daniels, escrito por Brittainy C. Cherry, foi uma grande surpresa para mim porque eu não imaginei que a narrativa e os personagens iriam me cativar tanto, isto é, eu não tinha alimentado nenhuma expectativa sobre a leitura, na verdade cheguei até a pensar que seria uma bom livro para relaxar após uma leitura conturbada (como foi minha leitura anterior), então, surpreendi-me com esta estória.
Temos um livro intercalado com a narração em primeira pessoa: Ashlyn e Sr. Daniels, e nelas vamos acompanhar a vida dos dois, todos os altos e baixos, as dores, amores e paixões.
Ashlyn, de 19 anos, acabou de perder sua irmã gêmea, Gabby, para a leucemia. Sr. Daniels, 22 anos, teve a mãe assassinada, o pai morto recentemente e o irmão está preso. Ambos tem um histórico de vida bem conturbado. Ash sempre se achou inferior a Gabby e quando a irmã morreu, foi como se ela própria tivesse morrido, além do mais a mãe a enviou para morar com o pai, o que ela viu como se a mãe a estivesse abandonando por não conseguir olhar para ela sem lembrar de Gabby. 
"Havia dois tipos de luto. Aquele em que a pessoa abria seu coração para o mundo, sem deixar de dar valor às coisas, e vivia cada dia como se fosse o último. E aquele em que pessoa se fechava e vivia em seu próprio mundo, incapaz de se conectar com os outros." (p.47)
No entanto, Ash não tinha uma boa relação com o pai e ficou ainda mais revoltada ao perceber que ele tinha uma outra família, e que sua atual mulher tinha dois filhos que, Haily e Ryan. Parece que a vida de Ash vai piorar, mas aparentemente tantas mudanças fez bem para a garota. Aliás, quero deixar bem claro, aqui, que Haily e Ryan são os personagens secundários mais fofos do universo literário EVER. Eu queria que eles fossem meus irmão e morassem comigo a vida toda.
Ok, parei, voltando a resenha, sabemos que tudo o que é bom vem com alguns conflitos, e os conflitos promovem muita dor de cabeça, sobretudo quando Ashlyn descobre que o músico que ela agarrou na noite passada é seu professor de inglês, Sr. Daniels.
"Eu não quero ser seu amigo. Quero ser seu, quero que você seja minha, e odeio não podermos ser "nós". Porque acho que fomos feitos para ser " nós"" (p.142)
Desse modo tudo que era bom começa a ser ruim, porque ambos têm que agir de forma ética, mas não sabem como controlar a intensa atração física que sentem um pelo outro. É indiscutível como Ashlyn e o Sr. Daniels tem uma composição explosiva, o casal simplesmente tirava meu fôlego a todo o momento, veja bem: bonitos, sexys, inteligentes, amantes de Shakespeare e música... PARA tudo que um Sr. Daniels só para mim. Ele existe? Façam ele existir, pls!
"Será que ele estava flertando comigo? Porque se tinha um momento em que eu gostaria que uma pessoa flertasse comigo, era enquanto falávamos sobre livros. Não havia nada mais sexy do que um henino-momem inteligente, especialmente quando ele era capaz de fazer meu coração dar piruetas." (p.63)
Além a história de tirar o fôlego, o romance tem contornos bem eróticos, mas não vulgares - como muitos livros que vemos no mercado - o foco é o romance e a forma como eles vão lidar com a situação complexas entre professor e aluna, o romance secreto e tudo isso. 
"Você merece muito mais do que ficar se escondendo nos portões da escola. Você não merece ser o segredo de ninguém, Ashlyn. Você merece ser o refrão da música favorita de uma pessoa. Você merece ser a dedicatória no livro favorito de alguém." (p.208)
Brittainy C. Cherry não escreveu apenas um livro romântico e de tirar o fôlego, a narrativa traz elementos muito mais complexos como: bullying, homossexualismo, sexo, família, morte, perda. Sei que esses elementos podem estar bem saturados na literatura, sobretudo o bullying, o homossexualismo e o sexo, mas Brittainy, tem uma forma de abordar esses assuntos delicados de forma realista e nos deixando alertas para uma realidade contemporânea, isso não quer dizer que ela trate esses assuntos de forma banal e visto como normais, mas ela trata de maneira real, ela expõe o que está todo dia em nossas vidas e que muitas vezes fechamos os olhos para não ver porque determinados assuntos incomodam. Brittainy C. Cherry dá aquela cutucada no leitor de forma que não aparenta ser cutucada. É lindo.
"Porque fingir ser feliz é quase como ser feliz. Até você lembrar que é apenas fingimento. Então você fica triste. Realmente triste. Porque usar uma máscara todos os dias da sua vida é a coisa mais difícil do mundo. E depois de um tempo, você tem um pouco de medo porque a máscara se torna você." (p.120)
Sr. Daniels foi uma das leituras que mais me surpreenderam este ano, jamais pensei que um livro aparentemente tão simples e voltado ao público juvenil pudesse ser tão denso, envolvente e extasiante. Ao virar a última página do livro posso dizer categoricamente, que a cada página eu me apaixonava mais e mais pelo Sr. Daniels e o desejava, porque ele sabe ser poético, tratar uma mulher e sabe ser sexy, sobretudo quando ele fica esfregando a nuca. Ai, me arrepio. Pra finalizar só digo uma coisa: este é um daqueles romances que nos fazem suspirar o tempo todo e ficar desejando um mocinho e um amor assim em nossas vidas.


*Esse livro foi cortesia da Editora Record, para mais informações sobre o mesmo, clique AQUI.

2 comentários:

  1. Oi,Mila!
    Estou aqui pirando com essa resenha! Eu tenho visto muita gente elogiá-lo, por isso, ele já está na minha lista de prioridades. Depois da sua descrição, então...aiai. previso pra ontem.
    Tentei comprá-lo pela net ontem, mas ele está e, falta. Ninguém merece!
    Eu sei que vou amar essa leitura e não vejo a hora de ter Sr. Daniels em minhas mãos...hahaha
    Bjs!
    Zilda Peixoto
    http://www.cacholaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zilda, minha querida.
      Tenho certeza que você iria amar esse livro, por favor, leia-o. Mas.... lembre-se o Sr. Daniels é meu.
      Hahahahahahaha

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!