Resenha: "Espera: Os Lobos de Mercy Falls, Vol.2" de Maggie Stiefvater

Espera, Maggie Stiefvater, Rio de Janeiro: Agir, 2015, 360 pág
Traduzido por Regina Lyra

Saudações Leitores!
Após a leitura de Calafrio - livro absolutamente amorzinho - fui conferir o segundo volume da trilogia Os Lobos de Mercy Falls com o livro Espera, que lá fora se intitula Linger (2010) criada por Maggie Stiefvater.

Desde que li Calafrio fiquei bastante curiosa para ler a continuação e, sim, Espera superou minhas expectativas e me encantei e fiquei basicamente viciada na leitura. Para falar a verdade, gostei até mais do que do primeiro volume, pois a história se desenvolveu mais e se estendeu para outros personagens e ambientes. Ficou mais "real", embora eu tenha algumas ressalvas.

"Esta é uma história de amor. Nunca imaginei que houvesse tantos tipos de amor nem que o amor pudesse levar alguém a fazer tantas coisas diferentes”. (p.10)
Aqui continuamos acompanhando todo o desenrolar do enredo através da narração de Gracie, Sam, Cole e Isabel. Mesmo com a variação de narradores personagens a história é conectada e dá para acompanhar os fatos de forma excelente.

Com os fatos do fim do livro Calafrio todos pensaram que Sam tinha, enfim, encontrado a "cura" e realmente neste volume ele não se transforma em lobo, mesmo em temperaturas baixíssimas, no entanto, Grace passa a se sentir constantemente mal e vive doente, portanto, ela associa isso ao fato de não ter se transformado em lobo após ter sido mordida quando criança. É numa dessas crises de febre e delírio que os pais de Grace acabam descobrindo que ela está dormindo com Sam e têm uma atitude extremamente exagerada e incoerente, tando que ainda não consegui entender.

"Havia algo profundamente errado acontecendo comigo, algo que para mim os médicos não seriam capazes de curar, e aqueles lobos sabiam disso." (p.188)
Agora começa o drama familiar de Grace: mesmo com pais extremamente liberais e demasiadamente negligentes, de súbito, passam a querer controlá-la e a proibirem de ver Sam ou mesmo ter liberdade para sair de casa. Confesso que isso me deixou tão revoltada, mas minha revolta maior foi pelo fato de Grace obedecer, até porque os pais nunca demonstraram nenhum sentimento por ela e de repente querem fazer papel de pais? Por favor.... não colou. Portanto, em Espera vemos um afastamento forçado de Sam e Grace, que mesmo não sendo o que eu esperava, foi bom para a história não ser tão melosa, porque eles são aquele casal chiclete, se puderem passam o tempo todo juntos.

Sam também passa a ter que se preocupar com o grupo de novos lobos recém-transformados, por Beck, no final do primeiro livro, Calafrio, e isso é algo extremamente estressante e que foge do poder de Sam, até porque os lobos novos vivem se transformando e destransformando (não é fácil acompanhar).
É nesse meio tempo que passamos a conhecer Cole, um ex-astro do rock que se torna lobo, por sua própria escolha, para fugir de seus muitos problemas (apenas alguns foram explorados no livro, mas sei que vem mais por aí), e esse personagem é um bad boy, e cheio de conflitos psicológicos, tudo o que ele quer é ser lobo, mas suas transformações duram pouco, assim ele passa mais tempo como humano do que em quatro patas. Adorei, amei, estou perdidamente apaixonada por esse personagem, ele não é o tipo cara ruim total, mas tem características horríveis e é um anti-herói. Além disso, o cara é muito inteligente. Científico.

"Não fazia sentido. Se virar lobo era algo científico e não mágico, o processo deveria obedecer a regras e à lógica. E o fato de que os lobos novatos se transformavam em temperaturas distintas e em momentos distintos... Não fazia sentido. [...] Talvez Beck estivesse errado sobre o frio e o calor causarem as transformações. Talvez não se tratasse, realmente, de causas. Talvez o frio e o calor fossem apenas catalisadores, talvez existissem outras maneiras de desencadear a transformação." (p.227)
Também acompanhamos a narrativa de Isabel (irmã de Jack que morreu no livro anterior) que vive culpada por sua ideia de cura frustrada para o irmão, sente-se culpada, mas tem que viver calada e remoer todos estes problemas interiormente, para completar ela não tem uma relação "saudável" com os pais e está obcecada pelos lobos. Isabel é uma personagem forte e inteligente, muito mais do que eu esperava, também não pensei que ela cresceria tanto na história como cresceu, além disso ela é peça fundamental para a comunicação entre Grace e Sam no "exílio" estipulado pelos pais da moça.
Definitivamente um casal quer nascer: Cole e Isabel e, de fato, fiquei torcendo por eles, mas os dois são bastante conflituosos e complexos, ainda terá muito chão pela frente para esse relacionamento realmente engatar... e "se" engatar.

O final de Espera foi extremamente doloroso porque eu realmente criei um carinho especial por todos os personagens e ver Grace e Sam sofrendo não foi algo bom, se eles estavam destruídos pela distância eu também estava. Além disso ver a situação sendo invertida entre esse casal foi angustiante, sobretudo porque essa questão de "cura" é insegura e pode ser ainda mais prejudicial para os lobos. Não se transformar pode ser a morte. Todas as informações colocadas nesse volume são assustadoramente esclarecedoras e deixam o leitor em parafuso.

Vale frisar que há uma nova perspectiva para tudo o que pode vir a acontecer e estou bastante assustada com o desenrolar do terceiro livro, tenho medo de me frustrar. Ao passo que estou ansiosa para ler tenho, sim, meus receios. 

2 comentários:

  1. Oi Mila, como não li o primeiro volume, fiquei com medo de ler sua resenha e ficar sabendo de algo que estragasse a história. Assim que eu ler, volto pra cá pra dar uma olhadinha na resenha.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wow, eu super entendo Priscila,

      Sempre tento fazer resenhas sem spoiller, mas quando é segundo livro de série é bastante complicado, além disso há coisas que posso não considerar spoiller e você considerar, no entanto, fique a vontade para volta e comentar assim que ler o livro. Vou adorar saber o que você achou.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!