Resenha: "Crônicas: volume um" de Bob Dylan

Crônicas: volume um, Bob Dylan, São Paulo: Planeta, 2016, 328 pág.
Tradução: Lúcia Brito

Saudações Leitores!
Crônicas: Volume Um, cujo título original é Chronicles: volume one, trata-se de um livro de memórias escrito por Bob Dylan, que foi vencedor do Prêmio Nobel de Literatura de 2016. Antes de iniciar essa "prosa" sobre o livro, quero deixar claro que não sou nenhuma fã de carteirinha do autor/cantor, mas por ele ter ganhado o Nobel de Literatura resolvi ler este livro para poder conhecer mais sobre seus textos.
Dito isso de antemão, quero dizer que nestas Crônicas vamos acompanhando vários textos de memórias sobre o desenvolvimento da carreira de Dylan, pois em cada um dos textos ele vai apresentando diversas situações vivenciadas por ele para chegar a ser um compositor e cantor conhecido no mundo todo, isto é, vamos acompanhar os primórdios de sua carreira que não foi nada glamouroso, pelo contrário, necessitou que Bob Dylan tivesse muita garra e persistência.

Crônicas nos mostra Bob Dylan em Nova York dos anos 1960 tentando  encontrar sua chance de firmar carreira na música e conhecendo muitos outros artistas e se apresentando em vários lugares, é uma narrativa bem pessoal e íntima, de fato, mas não consegui ficar eufórica com o livro, reconheço a garra de Bob e admirei ainda mais suas lutas, mas não passou disso. A escrita também não me chamou atenção, já li narrativas muito mais sedutoras e instigantes.
O fato é que, apesar de ser bom, esse livro não me deu muita vontade de ler, comecei super empolgada, mas fui perdendo o interesse logo nas primeiras páginas e isso retardou - e muito - minha leitura, o resultado é que só consegui ler até a metade do livro e desisti, vou terminá-lo aos pouquinhos, quando eu tiver realmente disposição para lê-lo, mas por hora, vou deixar de lado, pois não tenho como justificar o fato de ter passado quase dois meses para ler 170 páginas. Não dá para seguir com esses passos de tartaruga, então vou deixar a leitura descansar na cabeceira. Quando der vontade leio uma ou duas crônicas e assim vai indo.

Pela minha experiência ao ler Crônicas: Volume Um posso dizer que, provavelmente, este é um daqueles livro vão poderá agradar bastante aos fãs do escritor/cantor, pois é como se fosse uma biografia, além do mais, se o leitor gostar de músicas e as tendências musicais daquela década, bem como dos artistas que surgiram na época, no entanto, caso o leitor não seja fã então pode se tornar um pouco penosa a leitura.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!