Lançamento: Acerto de Contas... e outros

Saudações Leitores!
Empolgados para conhecerem outros lançamentos da Editora Planeta? Tem livros para todos os gostos e estes abaixo podem chamar a atenção de vocês, tanto quanto chamaram a minha, espiem:

ACERTO DE CONTAS
MARCELO CEZAR
Ficção
ISBN 978-85-422-1328-7
Formato 16 x 23 cm
Brochura  |  Páginas 328
COMPRAR: Amazon

Enfrentar a verdade pode doer ou frustrar, mas liberta e fortalece!
Após uma ilusão, a desilusão é fatal. A verdade, inexorável, aparece e recicla conceitos, ideias e até sentimentos. Faz parte da vida.
Foi o que aconteceu com Sílvia e Dorothy. Apaixonadas pelo mesmo homem, as duas irão trilhar caminhos distintos e aprender que o amor acontece de forma espontânea e vem para cada um de nós de forma única.
O mesmo, de maneira mais sofrida, ocorreu com Rachel e Maurício. Jovens, atormentados pela vaidade, terão de pagar alto preço para entender que o preconceito e o desrespeito às diferenças não geram punição divina, mas exigem um acerto de contas com a própria consciência e causam feridas difíceis de ser emocionalmente cicatrizadas.
Este belo romance nos revela que a aceitação é o caminho para a cura do espírito. E enfrentar a verdade pode doer ou frustrar, mas liberta e fortalece!
TERCEIRO REICH - NA HISTÓRIA E NA MEMÓRIA
RICHARD J. EVANS
Não Ficção
ISBN 978-85-422-1338-6
Formato 16 x 23 cm
Capa dura  |  Páginas 496
COMPRAR: Amazon

Um novo olhar sobre o nazismo
Uma das maiores autoridades mundiais sobre o nazismo, o historiador inglês Richard Evans, autor da trilogia que é a maior referência sobre o assunto, explica neste livro como o nosso entendimento sobre a Alemanha nazista vem se transformando no século XXI. Através de uma série de ensaios e textos, ele aborda diversos pontos que vivem sob o escrutínio. Analisa, por exemplo, a ação global de companhias alemãs criadas na época do nazismo como a Volkswagen; mostra como os historiadores passaram a enxergar o Holocausto não como um evento histórico único, mas como um genocídio com similaridades aos praticados em outros países e em outros tempos. Cada tópico é discutido em um texto separadamente, facilitando a leitura e a compreensão.
O CÉREBRO QUE NÃO SABIA DE NADA
DEAN BURNETT
Não Ficção
ISBN 978-85-422-1327-0
Formato 16 x 23 cm
Brochura  |  Páginas 288
COMPRAR: Amazon

Prepare-se para uma divertida viagem pela neurociência e surpreenda-se com o fato de que o seu cérebro não é tão inteligente assim
Acontece o tempo todo. Você vai até a geladeira, liga o computador, abre uma gaveta buscando algo e, quando se dá conta, não tem a menor ideia do que está fazendo. É como se o seu cérebro estivesse sabotando a sua vida. E está mesmo.
Maravilha absoluta em muitos aspectos, o cérebro é, sem dúvida, um órgão “bem-intencionado”, mas algumas vezes também se mostra bastante confuso e falível. Percebendo isso, o neurocientista Dean Burnett decidiu pesquisar os principais mistérios, pontos cegos, apagões e outros aspectos risíveis do cérebro humano.
Em O cérebro que não sabia de nada – best-seller internacional –, o autor celebra de maneira divertida as muitas falhas cometidas pela mente humana e, apoiado na ciência e na pesquisa, revela como o cérebro realmente funciona e por que somos criaturas tão confusas, caóticas e ilógicas. Culpa do cérebro, que não sabe de nada.
A EDUCAÇÃO DOS SENTIDOS
RUBEM ALVES
Não Ficção
ISBN 978-85-422-1307-2
Formato 16 x 23 cm
Brochura  |  Páginas 136
COMPRAR: Amazon

Por uma educação consciente e eficaz
“Nossos sentidos – visão, audição, olfato, tato, gosto – são todos órgãos de fazer amor com o mundo, de ter prazer nele.”
E qual seria a tarefa primordial da educação senão levar-nos a aprender a amar, a sonhar, a fazer nossos próprios caminhos, a descobrir novas formas de ver, de ouvir, de sentir, de perceber, a ousar pensar diferente... a sermos cada vez mais nós mesmos, aceitando o desafio do novo?
Essa é a filosofia de Rubem Alves, escritor poeta que, recorrendo a imagens surpreendentes e significativas, presenteia-nos com este inspirado livro, A educação dos sentidos. Lendo-o, podemos mergulhar não só nas reflexões em torno dos sentidos, mas também da leitura, da arte, da educação, do ensino, do vestibular, da brincadeira criativa, dos desafios que a vida nos apresenta. E podemos experimentar a alegria que brota das novas descobertas.
Comovente, terno, espirituoso, poético, belo, crítico e desafiador, este clássico de Rubem Alves surpreende por sua leveza e, ao mesmo tempo, profundidade, o que só vem enriquecer a experiência do leitor.


0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!