Lançamento: Filhos e Soldados... e outros

Saudações Leitores!
Vem conferir as notícias sobre lançamentos da Editora Planeta:

FILHOS E SOLDADOS
BRUCE HENDERSON
NÃO FICÇÃO
ISBN 978-85-422-1403-1
Formato 16 x 23 cm
Brochura  |  Páginas 464
COMPRAR: Amazon
A coragem de judeus que fugiram da Europa e se tornaram armas secretas dos Estados Unidos contra o nazismo
Com a Europa ocupada pelos nazistas, a América tornou-se pátria adotiva de inúmeros garotos judeus fugindo da Segunda Guerra. Forçados a abandonar a família, a terra natal e a própria história, o novo continente era a esperança que lhes restava na luta pela sobrevivência.
Mas nem as separações, angústias e incertezas impediram que muitos desses jovens tivessem coragem de retornar à Europa que os expulsou e, heroicamente, ir de encontro a Hitler e o nazismo para lutar novamente – pela pátria que os acolheu e pela que foram obrigados a deixar para trás.
Em Filhos e soldados, o jornalista e autor best-seller Bruce Henderson conta a história inédita de seis garotos que fugiram do Holocausto e, unidos ao Exército americano, retornaram à Segunda Guerra determinados a combater o nazismo.
O livro baseia-se em entrevistas originais, rico acervo de fotos e uma extensa pesquisa que recriam vividamente a história desses garotos desde a infância na Europa, a fuga para a América, até se tornarem uma das maiores armas secretas do Exército estadunidense. Um relato épico de valentia e patriotismo que vai além dos feitos e sacrifícios da guerra mais sangrenta que o mundo já viu e revela, de maneira emocionante, a tentativa desesperada desses jovens de reencontrar seus entes queridos.


A HISTÓRIA EM DISCURSOS
MARCO ANTONIO VILLA
NÃO FICÇÃO
ISBN 978-85-422-1402-4
Formato 16 x 23 cm
Capa dura  |  Páginas 320
COMPRAR: Amazon
Uma forma instigante de entender o Brasil e o mundo
Segundo os gregos, a função da oratória é ensinar e deleitar. Esta seleção, elaborada pelo historiador Marco Antonio Villa, oferece justamente isso: uma viagem pelas palavras e pensamentos que mudaram o Brasil e o mundo. De Péricles na Atenas antes de Cristo a Santo Agostinho; de Símon Bolivar a Thomas Mann, sem deixar de lado os vilões e heróis da modernidade como Hitler, Mussolini, Franco, De Gaulle, Churchill, Roosevelt, Gorbachev e Lenin.
Considerado um dos maiores conhecedores da história política do Brasil, Villa apresenta falas que não deveriam ser esquecidas como a de Silva Jardim, uma verdadeira propaganda pró-República, e a de Sílvio Romero, que, anos depois, não economiza críticas ao novo regime. Das conhecidas palavras de Getúlio Vargas à retórica de Ulysses Guimarães ao promulgar a Constituição.
E até o discurso de portugueses que tiveram importância na nossa história como o padre Antônio Vieira e o poeta Antero de Quintal. O grande diferencial deste livro para outros do gênero vem deste resgate de falas que foram – e ainda são – importantes na formação do Brasil e da capacidade do autor em escolher os trechos mais significativos de cada discurso. Através desta seleção, o leitor vai compreender o que cada um quis dizer - e o que isso representava naquele contexto.
Por fim, fica a mensagem realista, porém esperançosa, do próprio autor: “Cada discurso pode permitir uma reflexão sobre o Brasil. Vivemos tempos sombrios – outros países, retratados neste livro, também passaram por momentos difíceis. O desafio é encontrar caminhos que superem uma conjuntura crítica. Há um processo constante de mudança. E – ainda bem – sem um ponto final definido”
A CRIAÇÃO DO BRASIL 1600 - 1700
THALES GUARACY
NÃO FICÇÃO
ISBN 978-85-422-1404-8
Formato 16 x 23 cm
Brochura  |  Páginas 400
COMPRAR: Amazon
O Brasil português, espanhol e holandês - um livro para entender nossa formação
Em 1624, o rei da Espanha e Portugal, Filipe II, perguntou a Dom Fadrique de Toledo Osório, comandante da esquadra luso-espanhola que acabara de libertar Salvador dos holandeses, o que tinha achado do Brasil. A impressão do fidalgo foi clara: “No Brasil, até os céus mentem”.
Essa história, que se tornou proverbial na época, é uma amostra do que este livro descortina para o entendimento do Brasil de ontem e do país de hoje. De forma surpreendente, A Criação do Brasil traz à luz tanto o contexto histórico e social quanto os mais ricos detalhes da aventura dos primeiros colonizadores - a verdadeira gênese do país e da sociedade brasileira.
O século XVII sempre foi um pedaço obscuro da história do Brasil, em grande parte porque por 60 anos Portugal pertenceu à Espanha - dado que preferiram esquecer os portugueses, por terem sido dominados, e os espanhóis, por terem perdido Portugal. Nele, porém, começa a arrancada brasileira, aqui narrada com realismo inédito, sem receio de por vezes descontruir a imagem dos heróis da Nação, geralmente edulcorada nas obras oficiais.
A Criação do Brasil mostra como a colônia brasileira foi consolidada no seu grande território continental, ao longo de um século de lutas, guerras e conflitos religiosos e políticos. Resgata personagens tão esquecidos quanto fundamentais na história brasileira. Sobretudo, apresenta como, após ver a passagem de tantos dominadores imperialistas, fossem portugueses, holandeses, franceses ou espanhóis, surgiu no Brasil uma sociedade autóctone, com interesses próprios, e um caráter que, conforme salienta o autor, foi a “fonte dos nossos mais monstruosos males, como das nossas incomparáveis virtudes”..
ÓRFÃ, MONSTRA, ESPIÃ
MATT KILLEEN
FICÇÃO
ISBN 978-85-422-1399-7
Formato 16 x 23 cm
Brochura  |  Páginas 304
COMPRAR: Amazon
Mistura de suspense colegial, nazismo e trama de espionagem, Órfã, Monstra, Espiã é o imperdível romance de estreia do autor Matt Killeen
Qual seria o seu ato de resistência?
Seu nome é Sarah. Ela é loira, de olhos azuis e judia na Alemanha de 1939. E seu ato de resistência está prestes a mudar o mundo.
Depois que sua mãe é assassinada em um posto de controle, Sarah, de quinze anos, conhece um homem misterioso com um sotaque estranho, um apartamento suspeito e um cofre cheio de armas. Ele faz parte da resistência secreta contra o Terceiro Reich, e ele precisa que Sarah se infiltre em uma escola para as filhas de generais do alto escalão nazista, posando como uma delas. Se ela conseguir fazer amizade com a filha de um cientista-chave e ser convidada para sua casa, ela seria capaz de roubar as plantas de uma bomba que destruiria as cidades da Europa Ocidental. Nada poderia ter preparado Sarah para seus colegas de escola, e logo ela se encontra em uma batalha pela sobrevivência diferente de qualquer outra que tenha imaginado. Mas qualquer um que subestime essa garota aparentemente inocente o faz por sua conta e risco.
Ela pode parecer doce, mas é o pior pesadelo dos nazistas.
Primeiro livro de Matt Killeen, Órfã, monstra, espiã traz a brutal realidade de uma adolescente judia crescendo nos tempos do nazismo, acompanhado de uma dose de espionagem e tramas históricas emocionantes. No auge da guerra, qual seria o ato de resistência que poderia destruí-la?


0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!