Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald (Filme)

Saudações Leitores!
Estava tão ansiosa pela estreia de Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald que algumas amigas e eu partimos para Sobral para assistir a película. Após a pré-estreia e muita gente falando mal do filme, confesso que ficamos todas temerosa, mas, como fãs desse universo, fomos e vou contar o que achei...

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
Título Original: Fantastic Beasts: The Crimes of Grindelwald
Direção: David Yates
Ano: 2018
Duração: 134 min
Gênero: Ação, Aventura, Fantasia
País de Origem: Estados Unidos, Reino Unido e Irlanda do Norte
SINOPSE: Em um esforço para frustrar os planos do terrível bruxo das trevas Gellert Grindelwald (Johnny Depp), Alvo Dumbledore (Jude Law) recruta seu ex-aluno Newt Scamander (Eddie Redmayne), que concorda em ajudar, desconhecendo os perigos que estão por vir. As linhas são desenhadas à medida que o amor e a lealdade são testados, mesmo entre os mais verdadeiros amigos e familiares, em um mundo bruxo cada vez mais dividido entre seres de magos sangue puro e seres não-mágicos.

Segundo filme da franquia de Animais Fantásticos e estamos...
Chocados, impactados, tremendo na base.
Estava pura euforia para conferir a película e voltou toda aquele sentimento de nostalgia em relação ao Wizarding World. Após o impacto final, simplesmente não consegui raciocinar direito só sentir. Ontem meu coração parou de bater e voltou acelerado em vários momentos durante o filme.

Confesso que esperei mais ação desse filme, afinal estávamos falando de um bruxo trevoso como o Grindelwald, mas as ações - de fato - só aconteceram no começo do filme e lá no final, mas entendo que é sempre necessário um filme de série com mais detalhes e desenvolvimento de uma história, afinal a franquia vai ter cinco filmes!

Com esse segundo filme J.K. Rowling (que escreveu o roteiro, agora não podemos mais colocar culpa de falhas e erros nos roteiristas, porque foi a própria que escreveu e também não temos um "romance" para basearmos nossas impressões) abriu um leque de histórias que necessitam ser desenvolvidas, algumas ela já até começou a pincelar, mas outras ela apenas introduziu, ou seja, deve haver algum motivo de fatos, objetos e personagens novos terem aparecido nesse filme e nós ainda não sabemos e em algum momento a ficha irá cair nos próximos filmes. (Assim espero!)
Raciocinem comigo: claro que J.K. Rowling não é perfeita, mas como escreveu Harry Potter e dizia ter tantas histórias desse universo que aconteceram apenas em sua cabeça, então eu fico pensando: ela deve explicar as coisas que ficaram "inexplicáveis" ou incoerentes nesse filme, não é?

Vi algumas críticas sobre o fato do título não ter nada a ver com a estória, porque não houve crimes de Grindelwald: COMO NÃO HOUVE, GENTE? Vocês não consideram crimes: fugir da prisão, matar pessoas, coagir pessoas a matarem (inclusive um bebe), ser fascista e querer que outras pessoas apoiem essa causa que significa matar mais pessoas ou oprimi-las?... se isso não for crime no "planeta" de vocês, no meu é. Sorry. Sobre o título do filme eu achei GENIAL

Também vi pessoas comentando a pouca apreciação dos ditos animais fantásticos. Eu também não achei que isso seja um motivo tão forte para críticas (mesmo que no filme passado os animais fantásticos tenham aparecido mais), pois os animais que apareceram tiveram TOTAL motivo e não apenas como "figurantes", mas participaram da "ação" do filme. (até a fênix teve a ver, caramba!)
Ahhhh e sobre a relação de Dumbledore e Grindelwald, entendedores entenderão que os dois tinham um affair, porque Dumbledore disse que eles eram mais que amigos. E está tudo bem, ok? Sabemos de outros detalhes dessa "amizade" através dos livros de HP, embora acredito que se tivéssemos mais detalhes não seria ruim, pelo contrário.

Agora vem o ponto em que falo da Nagini, antes do filme todo mundo falando sobre ela e eu fiquei esperando uma participação mais consistente, só que ela foi apenas introduzida nessa história, não teve papel algum que valesse a pena ressaltar, além do fato de começar a entender porque ela acabou do lado do lorde das trevas Voldemort lá nas épocas de HP.
Esse plot twist me deixou...
Esse final me deixou absolutamente impactada e com um nó na cabeça fiquei após subirem os créditos na tela do cinema, J.K. Rowling soltou uma bomba e saiu correndo.

Estou com um gosto um tanto amargo, porque após o choque comecei a pensar na estória e perceber o quão absurdo aquele plot twist e fiquei pensando em tudo o que sei sobre o universo de Harry Potter (que aconteceram anos depois dos filmes de Animais Fantásticos) e tem coisa que não bate, tem datas incoerentes e imprecisas, pessoas que nem deveriam existir ainda em Animais Fantásticos estão por lá, entre outros detalhes que não passam despercebidos pelos olhos dos fãs mais fervorosos.

J.K. Rowling lançou um enigma para os fãs desvendarem e me parece mais um trote, sabe? Não parece possível. Não parece real. E se for, a escritora terá que explicar muita coisas para não seu mundo mágico não ficar desacreditado. Assim como eu, muita gente já está procurando informações na web, na cabeça e, inclusive, vou reler os livros de HP para tentar achar uma explicação possível, mas tá difícil.
Com todos os efeitos especiais me senti...
Senti-me dentro do filme de Animais Fantásticos, ainda mais assistindo em 3D, eu fiquei arrepiada em vários momentos de poder assistir a um filme com efeitos especiais tão fantásticos e tão realistas, realmente foi uma emoção que não consigo nem descrever por palavras.

Outro ponto que me deixou absolutamente apaixonada é que a fotografia e o figurino do filme repetiram o sucesso do filme anterior: tudo incrível e com uma atmosfera mágica e obscura ao mesmo tempo. Dignos da franquia.
Um squard desses do filme só me fez...
Fiquei de cabelos em pé: que atuações sensacionais! Eu não esperava menos, claro.
Eu já esperava que Johnny Depp fosse brilhar como Grindelwald e isso é inquestionável. Mesmo diante de todas as tretas que rolaram com sua escalação, devemos aceitar que, como ator, ele é ótimo.

Mas eu aplaudi de pé mesmo foi a atuação de Jude Law como Dumbledore, porque ele conseguiu capitar a personalidade do professor e diretor de Hogwarts, sabe aquele lance de dizer e não dizer, ou melhor: deixar as coisas no ar? Jude Law arrasou nisso também. OMG, foi o Dumbledore mais jovem que sempre sonhei. Impecável!

Nem preciso falar sobre Eddi Redmayne como Scamander, novamente não decepciona e as peculiaridades do personagem ficam ainda mais fofas com a capacidade excepcional do ator.

Agora estamos aqui: chocados, ansiosos e tendo que esperar para sabermos o que diacho irá ser revelado após o final desse segundo filme. Sério, eu não sei como aguentar... só Deus sabe quanto tempo para o próximo filme.

Enquanto isso, se você já assistiu me fala o que achou, se não assistiu me conta o que está esperando... Vamos conversar, se apoiar, se abraçar... Eu tô aqui.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!