SOCIAL MEDIA

Mostrando postagens com marcador Sophie Kinsella. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Sophie Kinsella. Mostrar todas as postagens

Saudações Leitores!

Quem não gosta de uma boa comédia romântica que atire a primeira pedra, não é mesmo? É exatamente essa a proposta de Pode Guardar um Segredo?, adaptação do livro de O Segredo de Emma Corrigan da escritora bestseller Sophie Kinsella.

Então, no post de hoje, venho compartilhar com vocês o que achei do filme e da produção em relação ao livro, pelo menos o que lembro já que faz um tempão que o li.

Pode Guardar um Segredo? (Filme)

terça-feira, 7 de setembro de 2021

O Segredo de Emma Corrigan, Sophie Kinsella, Rio de Janeiro Editora Record, 2005, 384 pág.
Tradução: Alves Calado
COMPRAR: Amazon

Saudações Leitores!
Teve um fim de semana que estava querendo fugir das leituras pesadas  que estava fazendo, então comecei a ler o e-book O Segredo de Emma Corrigan (Can you keep a secret?) da escritora inglesa de chick-lit mais conhecida - talvez - no mundo: Sophie Kinsella. Bastou eu começar a ler esse livro e simplesmente não consegui mais soltar!

Estava com muita saudade de ler um chick-lit, então, minha escolha não poderia ter sido melhor! Além disso li em alguns sites que esse livro logo será adaptado, então, fiquei ainda mais curiosa e empolgada para ler. Da autora (apesar de gostar muito) só li Os Delírios de Consumo de Becky Bloom.

Resenha: O Segredo de Emma Corrigan - Sophie Kinsella

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Saudações Leitores!
Com certeza todos já ouviram falar de Becky Bloom, provavelmente Os Delírios de Consumo de Becky Bloom é o chick-lit mais famoso que já ouvimos falar, portanto, não nego que fazia anos que eu desejava ler esse livro e quando tive a oportunidade eu a agarrei com todas as minhas forças, mas tentei segurar minhas expectativas.... quem disse que consegui?


Os Delírios de Consumo de Becky Bloom, Sophie Kinsella, Rio de Janeiro: Record, 2006, 432 pág.
Traduzido por Eliane Fraga

The Secret Dreamworld of a Shopaholic, publicado originalmente em 2000, foi escrito pela inglesa Sophie Kinsella, autora best-seller conhecida e amada por sua peculiar capacidade de escrever Chick-lits. Os Delírios de Consumo de Becky Bloom trata-se do primeiro livro da série Becky Bloom. O livro já foi adaptado cinematograficamente em 2009.
Os Delírios de Consumo de Becky Bloom é um dos casos em que assisti ao filme muito antes de ter lido ao livro, como amei o filme fiquei bastante curiosa para ler o livro que o originou, contudo, ao mesmo tempo que a curiosidade foi despertada eu fiquei temerosa: e se eu não gostasse do livro? Dei um freio nas expectativas e agarrei a primeira oportunidade que tive para o ler. Gostei bastante da experiência.
Pode soar meio clichê, mas é sempre bom frisar que o livro não tem nada a ver com o filme (ou vice-versa), a ideia central está ali, mas não há muita semelhança. O importante nisso tudo é que ambas as produções (literária e cinematográfica) são muito boas e é diversão na certa.
Sophie Kinsella consegue ser leve, engraçada e despretensiosa em seu livro – o primeiro livro da escritora que já li e me surpreendi – e encadeou uma sucessão de fatos, situações e personagens engraçadas.
Em linhas gerais temos uma personagem consumista chamada Becky Bloom que consegue gastar muito (muuuuuuuito mesmo) mais do que o que ganha e o pior não consegue economizar ou deixar de comprar, ela simplesmente encontra qualquer motivo e desculpa para comprar algo – nem que seja um livro de receitas – e essa situação chega a ser tão calamitosa que Becky passa a ser cobrada compulsivamente. Outro ponto é que Becky não gosta de seu emprego (jornalista financeira) e acaba não se entregado ao trabalho.
E aquele ditado: Sorte no jogo, azar no amor, parece não fazer o menor sentido na vida de Becky, a pobre tem todos os aspectos de sua vida terrivelmente desorganizados e parece ficar cada vez pior. Até que Becky descobre um mistério sobre um dos bancos e acaba indo parar num debate televisivo com Luke Brandon, um milionário que representa o banco. Aparentemente quando as coisas parecem piorar aparece uma sutil luz no fim do túnel.
Como já salientei: Os Delírios de Consumo de Becky Bloom é bastante engraçado e, embora, não tenha sido como esperei eu consegui apreciar a leitura e estou ansiosa para continuar lendo os livros da série.

Resenha: Os Delírios de Consumo de Becky Bloom (Vol.1) - Sophie Kinsella

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Instagram