A Diferença Invisível - Mademoiselle Caroline e Julie Dachez (resenha)

terça-feira, outubro 20, 2020

A Diferença Invisível. Mademoiselle Caroline e Julie Dachez São Paulo: Nemo, 2017, 192 págs.
Roteiro: Julie Dachez. Desenho: Mademoiselle Caroline. Tradução: Renata Silveira
COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

É incrível como "A Diferença Invisível" é capaz de educar de maneira fenomenal sobre um transtorno ao passo que nos mostra o quanto ainda temos que aprender e evoluir como seres humanos para aceitar e acolher as diferenças invisíveis.

Saudações Leitores!

Já fazia algum tempo que tinha a Graphic Novel A Diferença Invisível (2016) na minha estante, mas acabei adiando a leitura por motivos que eu mesma desconheço, no entanto, acho que essa leitura não poderia ter acontecido em um momento melhor, pois me envolvi muito mais com a história pois estou estudando sobre o tema principal desse volume.

A Diferença Invisível aborda sobretudo sobre a síndrome de Aspenger e ela é ainda mais emocionante e real porque tem um quê autobiográfico, pois a Julie Danchez se inspirou em sua própria história para construir a personagem desse livro: Marguerite, que tal como a autora foi diagnosticada com a síndrome de Aspenger com 27 anos de idade, ou seja, um diagnóstico tardio que acabou provocando uma série de crises e incertezas na vida da personagem e da própria autora.

É muito difícil ler A Diferença Invisível e desvincular a graphic novel e a jornada de Marguerite da história de Julie Dachez, pois creio que existe uma linha bem tênue entre o real e o ficcional. Então, ler essa GN acaba sendo inspirador, pois ver Julie superou suas dificuldades e escreveu o roteiro dessa GN que foi adaptada por Mademoiselle Caroline que também tem um histórico de vida incrível ao superar crises de depressão e ansiedade e também aprender lidar com Julie Dachez na adaptação de A Diferença Invisível, afinal lidar com pessoas com transtornos do espectro autista não é tão fácil como se imagina. Então, simplesmente, bato palmas de pé por todo esse trabalho fenomenal.

Aqui em A Diferença Invisível vamos acompanhar a história de Marguerite que tem 27 anos e vive com seu namorado Florian, tenta levar uma vida normal indo ao seu trabalho, voltando para casa, se forçando a sair com os amigos do namorado em eventos sociais, mas ao mesmo tempo sentindo-se muito mal por não achar que se encaixa nessa vida.

Para completar Marguerite percebe que é diferente dos outros, mas não vê onde está a diferença porque ela considera seu comportamento normal e, portanto, fica perdida quando o chefe ou os colegas de trabalho chamam sua atenção para sua falta de socialização, para seu modo rotineiro de viver, se vestir e fazer as coisas, muito embora seja uma profissional muito boa, não possui boas habilidades sociais e se incomoda com barulhos, quando alguém muda as coisas ou quando não consegue controlar seu ambiente.

É muito impressionante observar Marguerite tentando e se esforçando ao máximo para se ajustar ao "normal", mas ao mesmo tempo não conseguindo suprir as expectativas de todos a sua volta, então ela vive muitas crises internas porque não consegue se entender e sabe que não é igual as outras pessoas, mas não entende o porque disso.

Nessa altura da GN, Marguerite se vê sozinha, cheia de conflitos e começa a pesquisar na internet o motivo de seu mal-estar é quando ela identifica alguns sintomas da síndrome de Aspenger em si mesma e a partir daí tudo muda porque ela começa a ver depoimentos de outras pessoas que se sentem como ela e também procura por ajuda profissional para obter o diagnóstico positivo ou negativo, pois está determinada a saber o que a faz diferente das outras pessoas.

Após inúmeros testes, finalmente, Marguerite recebe o diagnóstico de que tem síndrome de Aspenger e que é por isso que várias situações rotineiras para a maior parte das pessoas são um verdadeiro desafio e provocam grandes conflitos para ela.


Obter o diagnóstico realmente faz diferença na vida de Marguerite, porque assim ela pode se observar com outros olhos, tentar melhorar e não se cobrar tanto, além do mais pode dizer para as outras pessoas qual o seu problema. É nesse ínterim que ela encontra novos problemas para enfrentar, todos os amigos e até familiares ficam negando que Marguerite tenha autismo. 

É fato que Marguerite não tem autismo, mas tem Aspenger que é uma condição de autismo em menor grau, porém, muitas pessoas confundem Aspenger com Autismo, por isso, não é novidade que a personagem acaba tento vários problemas com o diagnóstico ao informar a empresa que trabalha e pedir por condições melhores.

Acaba sendo bem doloroso e emocionante observar como as pessoas sofrem de falta de informação e acabam não sendo empáticas e nem se sensibilizando com a condição de Marguerite a ponto de privá-la de seus próprios direitos como ser humano.

Contudo, algo que amei em a A Diferença Invisível foi ver que Marguerite não se deixou abater pelas dificuldades e acabou estudando mais sobre Aspenger, Autismo e se envolvendo socialmente com projetos voltados para educar a comunidade sobre o autismo e Aspenger e ajudar pessoas que tenham esses transtornos.

A Diferença Invisível consegue ser ainda melhor porque traz várias partes explicativas e educativas sobre o que é o Autismo e a Síndrome de Aspenger, bem como a história da descoberta desses transtornos, quais os sinais e desafios para quem os possui e para a família e amigos. 

Para fechar a Graphic Novel  com chave de ouro também temos uma parte muito elucidativa sobre a dificuldade do diagnóstico, tendo em vista que pode ser associado a outros transtornos de déficit de atenção, como o TDA/TDAH, transtorno bipolar, depressão, distúrbio do sono e outros distúrbios de aprendizagem.

Simplesmente finalizei A Diferença Invisível sem encontrar palavras para expressar o quanto essa leitura é sensacional, esclarecedora, didática e fundamental não só para quem quem possui o transtorno, mas também para educadores, profissionais e pessoas em geral.

COMPRAR: Amazon | Outras Lojas


  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Muito obrigada pelo Comentário!!!!