SOCIAL MEDIA

Mostrando postagens com marcador Bruna Vieira. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Bruna Vieira. Mostrar todas as postagens
Saudações Leitores!
Não sei se todos viram meus comentários no twitter (@camila_marcia) de que eu estava passando por uma ressaca literária das grandes e não conseguia me encantar com nenhum livro que lia até pegar De Volta aos Quinze, em partes porque eu já sabia o estilo "Bruna Vieira" de escrever e também pelo fato de querer ler algo que fosse delicado, adivinhem... Acertei na mosca, estou oficialmente curada da minha ressaca literária graças a De Volta aos Quinze, o difícil agora é ter que esperar pelo próximo volume... que ele venha em breve e Urgente (não quero apressar a Bruna, mas putz, com esse final a necessidade do próximo volume é muito grande). Quero aproveitar o momento para agradecer a Editora Gutenberg por ter me enviado a prova desse livro para eu conferir. O livro já foi lançado na Bienal do Rio de Janeiro, então, caro leitor, não perca mais nenhum segundo e adquira seu exemplar!


Trilogia Meu Primeiro Blog: De Volta aos Quinze #1, Bruna Vieira, Belo Horizonte: Gutenberg, 2013, 224 pág.

De Volta aos Quinze é o segundo livro de Bruna Vieira, cujo primeiro livro Depois dos Quinze foi e é um enorme sucesso. Entretanto, desta vez Bruna aposta num romance ao invés de contos e crônicas como no primeiro. Este livro é o primeiro da Trilogia Meu Primeiro Blog (M1B) e já chegou arrancando suspiros e fazendo promessas para os livros seguintes. Bruna Vieira é blogueira e escritora, nasceu em Leopoldina (Minas Gerais) e atualmente mora em São Paulo.
Com a mesma narrativa cativante encontrada em Depois dos Quinze, o novo livro de Bruna Vieira tem tudo para encantar seus já cativos leitores e cultivar novos. O enredo é leve e apesar de começarmos a achar que será previsível ele surpreende.

"O medo é uma coisa engraçada. Ele, meio que embala a vácuo nossos outros sentimentos. Faz com que a gente deixe para depois nossos sonhos e vontades." (p. 198)

A narrativa é em primeira pessoa na voz de Anita, uma garota com 30 anos que está totalmente frustrada com o rumo que sua vida tomou, parece que tudo o que ela faz dá errado e que com excessão de algumas pequenas coisas tudo vai de mal a pior. É no casamento de sua irmã que tudo muda, Anita reencontra seu melhor amigo Henrique, que mora no exterior, motivo de grande felicidade, mas acaba detonando e armando o maior barraco na festa.

"Às vezes, acho que maturidade tem um pouco a ver com o tempo que levamos para gostar de alguém e confiar nessa pessoa. Eu não conseguia mais fazer isso logo de cara." (p.16)

Após ser retirada da festa, Anita, acaba acessando o link que sua amiga, Helena, enviou de seu antigo blog e neste momento ela acaba indo parar no seu passado. De volta aos quinze, mas com a mentalidade de trinta, e sem entender direito o que está acontecendo ela acaba alterando alguns fatos que vão reverberar no futuro em que ela vive.
O mais interessante é que ao voltar para os quinze anos Anita não esquece o futuro e nem sua maturidade, mas isso não a impede de fazer besteiras. Ademais, Anita, passa a viajar no tempo e nessas viagens muita coisa que ela fará no passado modificará seu futuro de um jeito inesperado, ou seja, essas viagens temporais têm suas consequências e Anita terá que descobrir o que fazer com elas.
Devo admitir que amei a narrativa e gostei bastante de Anita, apesar de tê-la considerado imatura para os 30 anos, mas relevei isso. Também gostei muito, muito mesmo do Henrique, melhor amigo de Anita, ele é um fofo. Ah, tá bom, devo admitir que fiquei muito dividida entre Henrique e Joel, eles dois são muito fofos.

"Sabe aquele capítulo que comentei estar faltando na minha vida? Talvez ele tenha acontecido sim, e eu apenas não o li direito. Passei correndo por essa parte sem captar seu significado, como fazemos quando estamos lendo um livro grosso apressadamente e sem prestar muita atenção." (p. 105)

O livro é realmente muito lindo e tem uma história que encanta e, com certeza, arrancará suspiros dos leitores mais sensíveis e, claro, dividirá corações. Bruna Vieira, sem sombra de dúvida, acerta na hora da escrita mais uma vez ao colocar nas páginas de seu livro exatamente aquilo que suas leitoras gostariam de ler.
Um livro leve, com romance, mistério e aprendizado, faz o leitor torcer, criar teorias e pensar nas consequências de tudo o que se faz. Não posso negligenciar a questão da diagramação, novamente a Gutenberg deu um show, mas também não posso deixar de dizer que o enredo não é algo novo, pois diversas vezes, no decorrer da narrativa, achei-o parecido a outro livro nacional de bastante sucesso: Pedida, de Carina Rissi.

"_Quantas vezes mais eu preciso quebrar meu coração para ele se encaixar no seu?" (p. 218)

Para concluir, só posso afirmar que dói quando um livro acaba do jeito que De Volta aos Quinze terminou, dói necessitar do exemplar seguinte e ele ainda não ter sido publicado [previsão para o próximo volume apenas para 2014], puxa o final deixa qualquer leitor curioso pela continuação o que foi um golpe de mestre da Bruna Vieira: começa e termina seu livro com chave de ouro. Super indicado!



Camila Márcia

Só para vocês terem uma ideia de como a editora caprichou na edição de De Volta aos Quinze segue abaixo fotos de alguns detalhes cuja fofura é master:

Resenha: De Volta aos Quinze (Trilogia Meu Primeiro Blog, Vol.1) - Bruna Vieira

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Saudações Leitores!
Este livro foi uma cortesia da Editora Gutenberg, a qual quero agradecer pelo envio. Bem, desde o lançamento eu fiquei bastante curiosa por essa leitura, afinal Bruna Vieira é blogueira e isso me deixou muito fascinada, até porque eu conheço o blog dela e acho super interessante, sempre dou uma passada por lá e ler um livro dessa blogueira e escritora seria uma honra para mim. O livro chegou e assim que abri o pacote já comecei a ler [pena que só agora estou conseguindo postar resenha] confiram:

 
Depois dos Quinze: quando tudo começou a mudar, Bruna Vieira, Belo Horizonte: Gutenberg, 2012, 200 pág.

Tudo começou com o blog Depois dos Quinze em que Bruna Vieira fazia seus desabafos de desilusões amorosas em forma de texto, porque a autora sabia lidar bem com essas desilusões por meio das palavras. Depois dos Quinze: quando tudo começou a mudar, é o primeiro livro de Bruna Vieira, nascida em Leopoldina, interior de Minas Gerais que além de blogueira e escritora é colunista da revista Capricho.

"A gente tem a mania idiota de dividir o tempo em três partes (passado-presente-futuro) e dizer pra todo mundo que isso ou aquilo ficou definitivamente pra trás. Quer saber o que eu penso? As coisas - e principalmente as pessoas - nunca ficam pra trás. Elas ficam é mais lá pra dentro. Guardadas. Abandonadas. E, raramente, esquecidas." (p.115)

Depois dos Quinze se trata de um livro de crônicas e contos cuja temática principal é o amor que nasce e cresce das mais inesperadas formas e depois vai embora em muitas e típicas situações do cotidiano. O livro inteiro nos faz refletir sobre o amor, a família, as mudanças da vida entre outras coisas. Nos faz perceber que não importa o que façamos ou como tentamos mudar algumas situações as coisas são exatamente como tem que ser.

"Então, se quer saber de mim, liga. Escreve. Pega o primeiro ônibus e bate na minha porta sem avisar. Mas vê se não espera o destino te colocar de novo na minha frente. Talvez, quando isso acontecer, alguém já esteja do meu lado. E isso será um final feliz. O meu." (p.25)

Bruna Vieira escreve de uma forma encantadora que nos prende desde a primeira letra – seja artigo ou vogal – até o ponto final de seus textos. A leitura acontece de forma frenética, embora eu acredite que seria  muito interessante ler um texto por dia para assimilar as lições com mais profundidade, mas como disse quando comecei a ler não consegui mais soltar o livro.

"Chega, de uma vez por todas, dessa coisa de alma gêmea. Sempre existirá alguém, e não necessariamente será essa pessoas sempre. A dura realidade é que nós, seres humanos, não fomos feitos pra eternidade. Assim como o que sentimos. Seguimos em frente e levamos o melhor e o pior de tudo aquilo que vivemos." (p.35)

Logo no principio da leitura me agradei bastante e apesar da sensação de estar lendo uma espécie de “autoajuda” pela quantidade de ensinamentos e reflexões dos textos, no final da leitura consegui ver Depois dos Quinze, não como autoajuda, mas como um livro que não quer ser apenas lido, mas sentido e carregado na alma, porque a autora escreve com paixão, com poesia e encantos que nos tocam e emocionam, principalmente por ela escrever sobre aquilo que conhece que viveu.

"Perdoe alguém antes de pedir perdão. Tire a poeira da palavra "amor" todos os dias pela manhã, mas não se esqueça de todo o resto. Guarde suas inseguranças em uma pequena caixa. Use-a para alcançar seus sonhos." (p.59)

Creio que tenha me identificado bastante com este livro, porque além de escrever textos parecidos [que falam de sentimentos, amores, desilusões e saudade] no meu blog Devaneios Fugazes é impossível não se identificar com muitas das situações narradas nos textos de Bruna Vieira, afinal: atire a primeira pedra quem nesta vida ainda não sofreu ou não sofrerá por amor.

"Fingir que nada disso acontece faz seu coração arder. Você é boa nisso, mas saiba que ser forte não tem nada a ver com conseguir disfarçar; ser forte tem a ver com ter coragem e agir. Deixar o tempo fazer isso só piora as coisas. Ele não sabe o que você sente, não sabe o que você passou e quem você deixou para chegar até onde chegou." (p.78)

Outro ponto bem legal no livro é a diagramação que está perfeita, as letras nos títulos dos textos são bem bonitas e divertidas, no meio do livro tem uma sessão com fotos e pensamentos da Bruna e isso enriquece a obra, enche os olhos de todo leitor.

"Gente egoísta não sabe amar de verdade. Dizer adeus não é um problema. Mas os piores caras ainda são aqueles que dizem adeus e ficam para sempre." (p.152)

Pra finalizar, Depois dos Quinze, de Bruna Vieira, vai encantar todo leitor principalmente quem é blogueiro e quem escreve sobre sentimentos e adolescentes apaixonadas, pra falar a verdade nem só adolescentes apaixonadas, mas para os nãos apaixonados também. Ah, vou parar com isso: se joguem nessa leitura, vocês vão amar!




Camila Márcia

PS.: Eu não consegui escolher poucos quotes para colocar nesta resenha gente, foi cada coisa linda que li que escolher se tornou uma missão impossível então o resultado é esse: uma resenha cheia de quotes e minha agenda superfofa [das princesas da Disney] com mais quotes ainda. (*.*)

Resenha: Depois dos Quinze - Bruna Vieira

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Instagram