Resenha: "Despedaçada - Slated livro 3" de Teri Terry

Saudações Leitores!
A trilogia Slated tem um espaço cativo no meu coração ❤ e claro que eu não poderia deixar de conferir Despedaçada* já que este é o livro do desfecho e quanto peguei nesse livro fiquei tão eufórica que o devorei. Agora vocês ficam por dentro do que eu realmente achei da trilogia, porque no último livro é que a gente decide se a trilogia é boa ou não... confiram:


Despedaçada, Teri Terry, São Paulo: Farol Literário, 2014, 400 pág. 
Tradução de Flávia Côrtes

Shattered, no Brasil Despedaçada é o terceiro e último livro da trilogia Slated, precedido por Reiniciados e Fragmentada.
Neste desfecho, completamente coerente com todo o desenvolver da história no decorrer dos três livros, nos colocou diante de uma nova Kyla, que agora após os acontecimentos do livro anterior e passar por transformações estéticas da TAI (Tecnologia de Aperfeiçoamento de Imagem) passa a se chamar Riley, nome bastante peculiar e que demonstra que a ex-Kyla/Lucy/Chuva está tentando se encontrar.

"Não parece grande coisa visto aqui de fora. Mas é basicamente isso que se consegue ao olhar algo pelo lado de fora. As pessoas, principalmente, podem ser tão diferentes do que aparentam que você nunca imaginaria o que elas guardam dentro de si. Do que são capazes. No meu caso, o que espreitava em meu interior estava tão bem escondido que nem mesmo eu tinha conhecimento." (p.7)

Após as transformações, Riley, vai encontrar-se com sua mãe [mãe antes de ser reiniciadas] através das artimanhas do DEA (Desaparecidos em Ação) e na nova cidade e ao lado de sua mãe ela começa a fazer muitas ligações de sua antiga vida, sua vida de reiniciada e a atual vida. Em sua casa ela acaba tendo lembranças de fatos e acontecimentos que ocorreram dentro daquelas paredes.
Muita coisa acontece desde o momento em que Riley/Kyla fica ligando os pontos soltos de sua vida: a sociedade ainda vive temerosa com os Lordeiros que ao invés de proteger a população acabam se tornando ditadores e apavorando a todos. Muitas surpresas, perigos e descobertas sobre o programa de reiniciação das pessoas vêm à tona.

"_A cada dia que passa, percebo mais e mais que há momentos em que, não importa o risco, alguma coisa precisa ser feita. Algumas coisas devem ser ditas. Este é um desses momentos?" (p.35)

O que acho mais impressionante na distopia criada por Teri Terry é a capacidade que ela tem de dar uma reviravolta tremenda nos fatos, soltar pistas no decorrer da narrativa e sempre deixar um suspense pairando.
Outro ponto que me faz gostar ainda mais desse livro é que a personagem principal Riley/Kyla é muito madura e forte, bastante objetiva e apesar de seus medos e dúvidas ela não é o tipo de personagem que faz drama, ela é forte e decidida. Até mesmo diante de um massacre horroroso que acontece o livro, surpreendi-me com ela.
Sobre o desfecho, não quero soltar spoiler, mas só digo uma coisa: foi surpreendente e coerente. Sei que vai surpreender a uns e frustrar a outros, mas que tiver o bom senso de analisar desde o primeiro livro até este, vai ver que o destino que a Teri proporcionou para Kyla, Ben, Aiden, doura Lysander e outros personagens que encontramos neste livro e que nem pensávamos que existiam foi um destino que agrada, que não tem final completamente feliz quando a sociedade mudou drasticamente, mas que há recomeços mesmo diante de tantas perdas.

"[...] é então que eu me dou conta de que tanto a dor quanto a alegria são necessários para que a vida cresça." (p.394)

Despedaçada foi um livro maravilhoso, no geral, a trilogia toda foi fabulosa e incrível. Esta distopia foi uma surpresa incrível e já se tornou uma de minhas queridinhas, antes de saber como ela terminaria já indicava a leitura imagina agora que sei o que acontece e que achei um final bom: claro que indico ainda mais!


*Este livro foi cortesia da Farol Literário, para saber mais sobre ele, acesse AQUI.

9 comentários:

  1. Oi Mila,

    Fim de trilogia... é se acostumar com o desapego dos personagens, assimilar o que se passou e avaliar a trilogia como um todo.... assim como os últimos livros nos deixam saudosistas e nostálgicos eles são imensamente esperados e o principal, acho que só dá para avaliar bem uma trilogia/série após a leitura do último livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Adélia,
      Fim de trilogia é a maior ansiedade para quem vem acompanhando a cada lançamento, mas tem essa tristeza do fim, é tentar se acostumar até o fim da leitura que vai ter que desapegar da história, mas que sempre poderá voltar para aquelas páginas numa releitura e "ler" coisas que antes passou desapercebido, afiar-se cada vez mais a detalhes... Despedaçada foi um final brilhante e não tão cruel como supus, mas foi digno!
      Indico a leitura Adélia e, muito obrigada pela visita e comentário.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  2. Essa trilogia está na minhas wishlist desde o dia que li sua primeira resenha sobre ela... rsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiieeee \õ/ Que bom!!!!
      Então está na hora de ler, flor, porque pelo menos dá pra vc fazer a leitura consecutiva e não ficar naquela ansiedade cruel e espera pelo próximo lançamento. Let's go!!!!!

      obrigada por comentar e visitar o DLL!

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  3. TEM ALGUM LUGAR QUE TEM O LIVRO EM PDF? O TERCEIRO LIVRO. QUERIA LER MUITO ELE SÓ QUE NÃO TENHO CONDIÇÕES DE COMPRAR 😭😪😟

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gabriele,

      Sinto muito querida, mas eu não sei lhe passar essa informação.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  4. oii, eu gostei muito do livro, ainda não o li mas estou pretendendo... E eu adorei os marcadores, se vc quiser trocar ou doar kkk, ta aqui o link do meu perfil e do blog:
    https://www.facebook.com/calebe.k.mendes
    http://infinitoparticulardoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Calebe...

      Os livros são ótimo, mas eu só tenho esses marcadores... não vou trocar e nem doar... pois os coleciono de acordo com os livros que tenho... desculpe. Já pensou em solicitar para a própria editora?

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!