Resenha: “Coração de Mãe” de Jodi Picoult

Saudações Leitores!
Quando soube do lançamento de mais um livro da Jodi Picoult no Brasil: Coração de Mãe* confesso que fiquei emocionada e já fui logo pensando que precisava ler esse livro o quanto antes. Tudo me agradou desde a capa lindíssima até a sinopse com gosto de emoção, então solicitei para a Editora que, gentilmente, cedeu um exemplar e pude me comover com a leitura e, hoje, resenhar esta história para vocês. Espero que gostem:


Coração de Mãe, Jodi Picoult, Campinas, SP: Verus, 2014, 576 pág.
Tradução de Cecília Camargo Bartalotti

Harvesting the Heart publicado originalmente em 1993 foi lançado recentemente no Brasil com o título Coração de Mãe, que ficou bem mais interessante do que se tivessem feito a tradução literal do título. Jodi é uma atora americana de grande sucesso e que eu tenho uma admiração incrível por seus livros, já li e resenhei aqui no blog A Guardiã da Minha Irmã e As Vozes do Coração.
Ler Jodi Picoult é saber que irá se emocionar e em Coração de Mãe é impossível deixar de lado as emoções, por vários momentos eu me pegava aos prantos lendo esse livro. Jodi Picoult faz um jogo na narrativa em que podemos ficar a par do pensamento, sentimento e ações de cada um dos principais personagens e nesse meio tempo ficamos impossibilitados de julgá-los, porque compreendemos seus sentimentos, pensamentos e ações.
Em Coração de Mãe conhecemos Paige e Nicholas, os capítulos do livro são sob a visão de Paige e de Nicholas. Em cada capítulo vamos nos aprofundando sobre cada um personagem e seu circulo social e história familiar – é comum Jodi Picoult fazer isso, os livros que já li da escritora ela usa esse mesmo esquema que, para mim, parece ser sua marca registrada, além de sempre escrever histórias dramáticas e com muito sentimentalismo a flor da pele.

"O que eu queria lhe dizer era: Não estou pronta para ser mãe. Não consigo nem ser sua esposa enquanto não juntar os pedaços da minha vida e preencher os buracos. Eu vou voltar, e recomeçaremos de onde paramos. Não vou esquecer você, eu te amo." (p.237)

Paige cresceu sem mãe, sua mãe a abandonou quando ela tinha cinco anos e isso foi um trauma doloroso, até porque ela cresceu escutando o pai lhe dizer que ela era parecida com a mãe. Como crianças não entendem bem o que os adultos falam ela cresceu acreditando que seu destino era seguir os passos da mãe. Nicholas cresceu numa família rica e bem estruturada, tinha que ser o melhor em tudo o que fazia, por isso ele luta para ser o melhor médico.
Quando Paige e Nicholas se conhecem é um sentimento que vai surgindo aos poucos, mas num piscar de olhos se tornou algo grande, os dois casam e vivem normalmente até Paige descobrir que está grávida e viver inúmeros conflitos: Como ela que nunca teve mãe poderá ser uma? Por que ela não contou todos os seus segredos para Nicholas?

"[...] ao fazer amor com Nicholas, descobri que o que estava faltando tinha sido preenchido. Um pouco com um remendo, mas ainda assim, estava melhor. Nicholas tinha a capacidade de me preencher." (p.76)

O livro vai girar em torno de várias perguntas e respostas, ações precipitadas, medos, lutas, amor e conquistar um coração que está quebrado. Em momento algum o livro se torna monótono, pois quando falando que o livro fala de relações familiares pode soar como algo clichê e chato, mas não é. Pelo contrário, a história é fabulosa, os sentimentos são intensos, os personagens são incríveis e tudo é amor e sentimento e intensidade o que faz qualquer pessoa se emocionar independente de ter passado por algo parecido ou não.
Chorei, fiquei apaixonada e encantada por Paige e Nicholas. Coração de Mãe só me fez refletir que não temos o direito de julgar alguém, sobretudo porque não conhecemos seu coração e as suas razões, é um livro lindo e se tornou um de meus favoritos e gostaria que muitas outras pessoas tivessem a oportunidade de lê-lo. Simplesmente recomendo muito esta leitura. Perfeito!


*Este livro foi cortesia da Editora Verus, para saber mais sobre ele clique AQUI.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!