Resenha: “O Livro do Amanhã” de Cecelia Ahern

Saudações Leitores!
Como fã da Cecelia Ahern sempre me senti mal por não ter lido O Livro do Amanhã* mas enfim consegui ler e foi uma experiência bem diferente se comparada com os outros livros que li da escritora, vou contar como foi:


O Livro do Amanhã, Cecelia Ahern, Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito, 2013, 368 pág.
Traduzido por Alda Porto Santos

The book of tomorrow, escrito por Cecelia Ahern foi um dos livros mais diferentes que já li desta autora. Apesar de ter amar o estilo e as histórias contadas por Cecelia, O Livro do Amanhã, deixou-me um pouco frustrada, não foi absolutamente nada do que eu esperava.
Neste livro temos como personagem principal Tamara, 16 anos, jovem demais para os padrões dos livros da Cecelia, e para completar ela é absurdamente fútil e materialista.
""Obrigada" constitui um sinal de agradecimento. Papai e mamãe me falavam continuamente dos bebês que morriam de fome na África, como se fosse uma forma de me fazer apreciar alguma coisa. Ao relembrar isso, acho que a melhor maneira de me fazerem apreciar algo, talvez, fosse não terem me dado nada." (p.14)
O livro começa ressaltando o difícil relacionamento que Tamara tem com os pais, a garotinha mimada tem uma briga horrível com seu pai e ele – já falido e pobre – comete suicídio. Tamara encontrou o corpo do pai. É tudo bastante traumático para um ‘patricinha’ que se vê solitária, culpada e pobre, largada a própria sorte com uma mãe indiferente.
A partir daí ela e a mãe vão morar na casa de uns familiares no interior da Irlanda e uma sucessão de fatos misteriosos começam a acontecer, sobretudo quando Tamara encontra numa biblioteca ambulante um livro-diário que conta como serão seus amanhãs.
"Perdi meu pai. Ele perdeu seus amanhãs e eu perdi todos os nossos amanhãs juntos. Agora, pode-se dizer que os aprecio quando chegam. Agora, quero torná-los o melhor que puderem ser." (p.16)
Do meio para o fim de O Livro do Amanhã ele se torna um thriller psicológico cheio de suspenses, mistérios e ação. Esse estilo num livro da Cecelia me deixou em choque – jamais esperei algo assim!
O livro carece de cenas fofas e de um romance – tão comuns nas obras de Ahern –, tem mais a ver com relacionamento, aprendizado, arrependimentos e muito mistério. Sem dúvida, a mensagem passada por Cecelia nesta obra é gratificante.
Após meus comentário pode parecer que O Livro do Amanhã não foi uma boa leitura, mas foi. Gostei bastante do livro, no entanto não foi o que esperava então, este fato, me surpreendeu.
"Aprendi algo importante naquela noite. Não se deve tentar impedir tudo de acontecer. Às vezes, devemos esperar ficar sem jeito. Às vezes, também, devemos aceitar a possibilidade de ficar vulnerável diante de pessoas. Às vezes isso é necessário porque tudo faz parte de você chegar à parte seguinte de si mesma, no dia seguinte." (p.202)

*Esse livro foi cortesia da Novo Conceito, para saber mais sobre o mesmo, clique AQUI.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!