Resenha: “A Formatura - O Teste 3” de Joelle Charbonneau

Saudações Leitores!
Já faz um tempinho que li A Formatura* mas por um descuido, ou melhor, falta de tempo somente agora estou postando a resenha, não escondo de ninguém que essa é uma das minhas trilogias favoritas e teve um bom desfecho e na minha resenha eu falo um pouco mais sobre o que achei, entretanto, se você não leu os demais livros (O Teste e Estudo Independente) alerto que a resenha abaixo TEM SPOILLER, vamos combinar, é quase impossível não soltar um spoiller ou dois dos livros que antecederam este. Espero que gostem


A Formatura, Joelle Charbonneau, São Paulo: Única Editora, 2014, 320 pág.
Tradução de Elisa Nazarian

Graduation Day ou no Brasil: A Formatura, é o terceiro e último livro da trilogia O Teste (O Teste e Estudo Independente), escrita por Joelle Charbonneau que fechou com chave de ouro sua trilogia, não foi um final completamente perfeito, mas pelo andar da carruagem era o final mais esperado e o mais coerente.
Novamente estamos diante de Cia que irá narrar a história do ponto em que parou em Estudo Independente, entretanto neste último volume ela estará cada vez mais incerta em quem confiar e o que realmente ela é capaz de fazer. Seus valores são colocados em xeque, seus sentimentos se intensificam e seus medos se tornam ainda maiores.

"Meus pais me educaram para acreditar nos meus conterrâneos e na Comunidade Unida para consertar as coisas. Fico imaginando o que diriam se soubessem que me disseram que, para consertar o país pelo qual eles deram duro, eu agora tenho de, deliberadamente, tirar vidas."  (p.49)

Acredito que A Formatura teve um desenvolvimento incrível e detalhista, pudemos ver a transformação psicológica de Cia, Tomas, Raffe, Stacia e Zeen, mas nesse ínterim, a autora também soube nos confundir e nos fazer suspeitar de cada um dos personagens, medo deles estarem agindo como 'Cavalos de Troia' e a qualquer momento destruírem todo o complô rebelde.
O que fica claro desde o início é que Cia almeja fazer com que Os testes acabem, pois enquanto eles existirem e existirem os redirecionamentos, nunca poderá ter uma evolução. O teste vão contra tudo o que Cia acreditava e ela não quer que eles continuem.

"Pensava que soubesse o que significava liderança, e o que enfrentaria se fosse selecionada para o Teste. As cinco cicatrizes em relevo me lembram de quanto fui longe e de quanto mudei. Porque não é apenas o exterior que ficou marcado. Onde minhas crenças eram, um dia, preto no branco, agora vejo tons de cinza."(p.76)

Uma aliança inesperada e de certo modo esperada (devido aos acontecimentos de Estudo Independente) entre Cia e a presidente Collindar faz com que muitas revelações sejam feitas e ainda mais: irá mudar Cia irreversivelmente. Cia mesmo mudando, não consegue deixar de se preocupar com seus amigos e seus familiares.
A Formatura foi uma leitura muito esperada, realmente estava ansiosa por esse livro e ele correspondeu as minhas expectativas de uma certa forma, só tenho uma coisa que não gostei mas não foi questão de fatos, foi mais questão de desenvolvimento, achei que Joelle Charbonneau passou muito tempo nas preliminares e tentou ao máximo explicar todos os acontecimentos e fios soltos e até mostrar as mudanças de personalidade dos personagens, mas quando enfim chegou a hora da ação foi muito rápido e corrido, em poucas páginas tem-se a conclusão. 

"Gostaria de poder voltar para quem eu era, mas estou diferente. Esta é minha casa, mas já não pertenço a este lugar."(p.317) 

Não estou reclamando do final rápido, mas acho que poderia ter sido mais sanguinolento, com mais ação, entretanto gostei da forma rápida que aconteceu e, principalmente o fato de que todos os personagens saíram transformados, mas achei que faltou uma explicação maior sobre o que a população achou dos 'atentados' porque não foi algo sutil e a população não merecia mais continuar sendo enganada. No entanto, na vida real nem todos conhecem toda a verdade.
No geral, a trilogia O Teste é ótima e incrivelmente bem escrita e estruturada, os três livros tem uma razão de ser e cada um deles tem um detalhe a mais, o que é muito importante porque conseguimos ver o objetivo de cada livro e que eles não são uma tentativa de fazer mais volumes, fica claro que desde o primeiro livro haveria uma evolução paulatina e uma conclusão maravilhosa como aconteceu em A Formatura, sobretudo com a imensidade de significado da última frase do livro (uma frase de efeito). Que o poder não corrompa Cia.
Para concluir, ainda quero salientar que gostaria muito que essa trilogia tivesse um maior destaque, já indiquei para todas as minhas amigas que amam distopias e convido você, leitor, a conhecer esse universo também.


*Este livro foi cortesia da Única Editora, para saber mais sobre ele clique AQUI.

2 comentários:

  1. Olá, mila!
    Bom, eu já estava ansiosa para ler esse livro e você ainda faz essa resenha maravilhosa.... E eu acho a capa a coisa mais linda, ficou boa a foto.
    Beijos, Ariane
    www.diariodostreze.blogspot.com <<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ariane,
      Obrigada pela visita e comentário.
      A Trilogia O Teste é um de meus xodós, foi amor a primeira vista, li no princípio da febre das distopias e achei a história muito bem bolada e os personagens bem equilibrados. Esse é o último livro e foi muito bom, foi um passo a passo para a evolução dos personagens, tudo ficou bem ligadinho e solucionado. A autora está de parabéns, embora eu tivesse mudado uma ou duas coisinhas no final ou menos no decorrer dos três livro eu Amei, amei essa trilogia.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!