Filme: Para Sempre Alice

Saudações Leitores!
Eu fui pega de surpresa em relação a Para Sempre Alice, acreditam que eu não sabia que tinha o filme? Ando desatualizada demais mesmo, contudo não perdi tempo e fui logo conferindo a adaptação e agora, vocês podem saber exatamente o que senti e, claro, o que achei ao assistir a adaptação de um de meus livros favoritos!

Título: Still Alice (Original) 
Ano: 2014 
Direção:  Richard Glatzer, Wash Westmoreland  
Duração: 101 minutos
Gênero: Drama
Países de Origem: Estados Unidos

Sinopse: Alice Howland (Julianne Moore), uma bem-casada mãe de três filhos adultos, é uma renomada professora de linguística, que começa a esquecer as palavras. Ao receber um diagnóstico devastador de Mal de Alzheimer, Alice e sua família terão seus laços testados.

Minha Opinião

Nem sei como expressar a emoção de ter assistido Para Sempre Alice, terminei o filme com lágrimas ardendo nos meus olhos, tal qual como aconteceu quando li o livro [resenha AQUI]. Não encontro palavras para dizer o quanto gostei do livro, por isso, poder ver a história que li sendo adaptada para as telas foi viver a história duas vezes, viver as mesmas emoções. Foi uma experiência linda!

O filme foi bastante fiel ao livro (mudou uma ou duas coisas: tipo o nome da universidade que Alice trabalhava e outros pequenos detalhes), mas nada prejudicou a essência e o decorrer dos fatos apresentados no livro.

Vou falar um pouco das interpretações dos atores escolhidos: achei a atriz Julianne Moore perfeita e maravilhosa no papel de Alice, ela soube interpretar muito bem e ficou quase igualzinha a Alice que imaginei - só que na minha cabeça a Alice era mais velha e mais feia e, bem, a Julianne Moore é o oposto disso, como vocês podem ver. A Ju conseguiu passar toda a angústia de Alice ao perder a memória, inclusive numa cena de tentativa de suicídio. Foi exatamente daquele jeito que pensei que fosse.


Alec Baldwin que atuou como o esposo de Alice também fez uma excelente interpretação, só que eu imaginava ele mais carinhoso, no entanto entendo a dificuldade e o seu demasiado sofrimento também, ele estava acostumado a viver como uma mulher independente e se deparar com a nova Alice foi demasiado desconcertante. Não obstante, achei que faltou uma química maior entre eles. Alec devia ter tido um papel maior, mas no geral ficou em segundo plano.


Quem se destacou foi Lydia, filha mais nova de Alice que foi interpretada por Kristen Stewart, achei até um papel bem maduro e diferente [eu só tinha visto a Kristen interpretar a Bella, de Crepúsculo, e a Branca de Neve e ambas as interpretações não foram lá grande coisa], não sou fã da atriz, mas achei que ela mandou bem no papel.


Enfim,  não sabia do filme Para Sempre Alice até ter me deparado com a notícia de que a atriz Julianne Moore tinha ganhado o Globo de Ouro de melhor atriz de drama e estava sendo indicada ao Oscar por sua atuação no filme Still Alice, daí eu pensei: "Já li um livro com esse nome" cliquei no link e Tanram era a adaptação cinematográfica do livro... quase choro de emoção. Não contei pipoca, cheguei em casa e fui assistir online. Antes mesmo do filme ser lançado no Brasil - Eu TE AMO INTERNET! E pretendo assistir esse filme outras vezes, claro.

Ain, se eu já tinha ouvido falar - ou se sabia que ia ter adaptação cinematográfica do livro - essa informação se perdeu no meu cérebro, porque eu não consigo lembrar de jeito nenhum. Mas fico feliz por ter havido a adaptação e mais feliz ainda por ela ter correspondido todas as minhas expectativas e ter sido bastante fiel ao livro. Viva a arte! Feliz demais por essa agradabilíssima surpresa.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!