Resenha: “Jogos Mentais” de Teri Terry

Saudações Leitores!
Logo que Jogos Mentais* foi publicado eu fiquei eufórica para ler, pois já conhecia a escritora da trilogia Slated, então eu necessitava conhecer o novo livro dela. Desejo realizado. Hoje trago para vocês minha opinião sobre o livro...


Jogos Mentais, Teri Terry, São Paulo: Farol Literário, 2015, 480 pág.
Traduzido por Sandra Pina

Mind Games (2015) no Brasil Jogos Mentais foi escrito por Teri Terry, mesma autora da trilogia Slated, composta pelos livros: Reiniciados, Fragmentada e Despedaçada.
O que dizer desse livro? Estou bastante confusa em relação a ele, pois considerei a trama bastante intrigante, curiosa, original, no entanto, não consegui “entrar” nessa história, achei-a bizarra demais e muito futurista, fiquei bastante confusa em relação a muitas coisas e por já conhecer a escritora, Teri Terry, foi um pouco decepcionante me deparar com algo tão surreal.
"Mas às vezes você não pode evitar que as coisas aconteçam, mesmo com pessoas que ama. Esteja lá ou não." (p.164)
Jogos Mentais é narrado por Luna, uma adolescente considerada rebelde por não aceitar ter um implante disponibilizado pela PareCo onde possibilita que qualquer pessoa possa ir ao mundo virtual – ironicamente chamado de Temporeal – onde vivem uma vida baseada em jogos e numa realidade virtual complexa pois há todo um mercado financeiro e uma ‘vida real’ dentro dessa vida virtual.
Assim sendo, aparentemente, as pessoas estão cada vez mais dependentes desse implante porque estão cada vez mais dependentes do Temporeal – tanto que há verdadeiro doentes e viciados – nesse ínterim, empresas tecnológicas estão constantemente em busca de pessoas cada vez mais inteligentes e capazes de aumentarem o poderio tecnológico e virtual.
"Eu posso buscar a verdade, mas ainda tenho meus segredos." (p.474)
Sim, é bem complicado, mas o que é necessário saber é que enquanto uns supervalorizam esses avanços tecnológicos e estão submersos no Temporeal, há pessoas e Hackers que tentam impedir isso e Luna está entre esses rebeldes, só que é mais complicado do que a personagem imagina, pois tudo parece estar ligado a jogos de interesses muito maiores.
O fato é que, Jogos Mentais é um livro bem complicado de resenhar e explicar e só apenas lendo para entender, não obstante, não consegui apreciar o enredo mesmo a narrativa sendo fluída, mas acredito que os personagens pouco cativantes e a falta de um romance foram pontos cruciais que desfavoreceram o livro.
Em suma, apesar de ter sido uma leitura muito confusa e não ter gostando dos personagens, acredito que para quem gosta da escritora Teri Terry, é uma ótima opção de leitura, vale até salientar que há um momento no livro em que ela cita o mundo de Reiniciados e é bem legal ver algo conhecido. Essa parte eu achei brilhante. 


*Esse livro foi cortesia da Editora Farol Literário, para mais informações Clique AQUI.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!