Os 5 Piores livros que li em 2016

Saudações Leitores!
Já fiz um post falando sobre Os 5 Melhores Livros que li em 2016 e agora, trago Os 5 Piores Livros que li em 2016, porque nem tudo são flores, baby. Devo admitir que li alguns livros ruins e teve até um livro abandonado (mas esse eu não conto, porque eu não terminei de ler) e venho compartilhar essa terrível experiência de leitura com vocês, que me acompanham por aqui e pelas minhas redes sociais (acredito que talvez até já tenham lido alguns dos meus comentários sobre esses livros, sou dessas que usa as redes sociais para desabafar).
-1-
Tem um livro que eu detestei apesar de todo mundo ter gostado que foi Malícias & Delícias, de Tara Sivec, esse livro é tipo aquelas comédias românticas cheia de palavrões que se esforçam ao máximo para serem hilárias, do fundo do coração eu sei que esse livro cumpriu a proposta, mas ele foi tão vulgar e tão pesado na vulgaridade que eu simplesmente me enojei. Ao invés de ser um livro engraçado, foi o livro mais sem graça e nojento que já li. Simplesmente não gosto de livro assim. Devo salientar que praticamento todo mundo que leu esse livro gostou, mas EU NÃO SOU TODO MUNDO. hahahaha (esse livro não tá na foto porque eu o troquei por outro, já que eu não pretendia mais lê-lo)

-2-
Esse livro li recentemente e desabafei muiiiiito sobre como a experiência de leitura estava sendo horrorosa: Um Anjo Burro, de Christopher Moore, eu não sei o que o autor quis aqui ou se simplesmente estava chapado na hora que escreveu esse livro. É uma mistureba de elementos reais, surreais, bizarros e sem nexo que NÃO FAZ SENTIDO, eu sempre achava que o livro não podia piorar, mas esse quebrou todas as barreiras e foi piorando cada vez mais até chegar a 99% de baboseira, salvou-se 1% porque o livro teve, sim, um bom começo, bastante promissor, mas enganador. FUI ENGANADA, comecei achando que o livro era bom, mas foi uma catástrofe, para completar também é um livro cheio de palavrões (isso definitivamente não me agrada) e eu quase joguei o exemplar pela janela. FOI FORÇADO DEMAIS.

-3-
Provavelmente que o que tornou esse livro um PÉ NO SACO foi o fato de eu ter ido com sede demais ao pote, O Ovo Apunhalado, de Caio Fernando Abreu, foi a coleção de contos mais bizarra e ruim que já li na minha vida. Parecia que os contos foram jogados lá sem um tema específico, além disso os contos beiravam ao sensitivo e a ficção científica, eu não conseguia captar a ideia ou o objetivo. Foi Maçante, foi um saco, foi ruim e eu não vou mais ler esse livro de jeito nenhum. 

-4-
Sei que nem todo mundo vai concordar comigo, mas Na Estrada Jellicoe, de Melina Marchetta, foi tedioso, que história mais bobinha, e tola, e sem sentido, e chata e... e... e... Não consegui gostar desse livro e não entendo o que a autora tinha na cabeça quando o escreveu porque ficou confuso as separações e as guerras por território e aquela fantasia toda que parecia real, mas que era coisa da cabeça das crianças? Como assim? O que eu perdi? Sabe aquele livro que você termina de ler e acha que seu livro estava faltando folhas porque foi muita informação jogada, pouca explicação, coisa demais e coisas sem sentido... quando eu terminei de ler eu pensei EU PODIA TER VIVIDO SER LER ESSE LIVRO, chato é pouco! 

-5-
Acho que passei da idade para ler livros como Três Coisas Sobre Você, de Julie Buxbaum, pois é um livro absurdamente vazio, apesar de ser fofinho, mas tudo estava tão óbvio para o leitor que eu acredito que os personagens deveriam, sim, ter se tocado de quem era quem, tava na cara, não havia mistério (embora eu ache que era essa a intenção). Os temas abordados são superficiais, e o livro é chato, mais do mesmo, contado da mesma forma que todos os outros e não teve nenhum diferencial, ou seja, não precisava existir esse livro. DESNECESSÁRIO. Você não precisa desse livro, não mesmo.

Com esse post eu percebi que é muito mais fácil falar mal, porque qualquer palavra se encaixa perfeitamente, mas no post dos livros que mais gostei, não encontrava palavras para me expressar, já que as palavras pareciam tão insignificantes para a quantidade de sentimento que aqueles livros me proporcionaram. Que coisa!

Espero que vocês tenham gostado do post, pois eu adorei fazê-lo. É bastante divertido pesar as leituras que fazemos durante o ano, dá aquela oportunidade de olharmos para cada livro que lemos e percebermos qual o livro gostamos ou não, dá para ter uma ideia também de quanto amadurecemos literariamente falando.

4 comentários:

  1. espero ter uma opinião melhor de três coisas sobre você, preciso ler esse livro já que comprei faz tempo
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaila,

      pode ser, sim, que você goste. É uma leitura fácil, acredito que para passar o tempo funcione bem, mas não repassa nada de interessante ou instrutivo...

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  2. Coisa boa que nem conhecia esses livros, já sei que não vão entrar na minha listinha de 'Quero ler', hahah
    Feliz Ano Novo, beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI,

      rsrsrs... não coloque na lista, são ruins... você consegue viver tranquilamente sem esses livros. Existem tantos livros bom que é um sacrilégio ler livros ruins... Feliz, Feliz 2017!

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!