10 Livros escritos por Mulheres que merecem sua atenção

Saudações Leitores!
O Dia Internacional da Mulher está chegando, mas costumamos anunciar o mês de Março como o mês das Mulheres, não é? Pensando nisso resolvi separar 10 livros escritos por mulheres que merecem nossa atenção, claro que foi bastante difícil, pois eu tinha vários livros escritos por mulheres que são ótimos, mas escolhi os 10 que considero mais inspiradores para comentar e apresentar para vocês. Confiram comigo:

1 Sejamos Todos Feministas, de Chimamanda  Ngozi Adichie
O livro é para lá de inspirador e vai mostrar que o Feminismo não é tão machista como as pessoas teimam em apresentá-lo, ou tão radical assim como muitas mulheres pensam, mas é o oposto: é respeitar, dar apoio, lutar por direitos iguais. Feminismo é uma bandeira de luta, mulheres que não se acomodam e que não deveria ser apoiado só por mulheres, mas verdadeiros homens também deveriam abraçar essa causa, afinal você gostaria de ser sua mãe apanhando, sendo desvalorizada só por ter nascido mulher? É mais ou menos assim.
2 Mulheres, de Carol Rossetti
Eis que não poderia deixar de figurar um livro nacional nesta lista e a escolha perfeita é este poderosíssimo cheio de ilustrações e frases feministas e de empoderamento feminino, além de mostrar os mais diferentes tipos de mulheres (brancas, amarelas, negras,orientais, deficientes, magras, gordas, hétero, lésbicas, religiosas, ateias, etc) e dizer que, se existe algum preconceito, ele está dentro de você, de quem vê e que, se alguém tem o poder de mudar isso, é você mesmo, porque nenhuma mulher é obrigada a mudar o que é só porque você acha que ela esta errada, ou que é vulgar, ou que esta feia. Respeite-nos, pois assim, estará se respeitando também e poderá cobrar por respeito. 
3 A Casa das Orquídeas, de Lucinda Riley
Se você gosta de romance com mulheres que tiveram que passar por grandes perdas para poderem se encontrar e recuperarem suas identidades, este é o romance ideal, pois temos duas histórias em uma só. Duas histórias com mulheres que tiveram que renunciar muito por amor, em busca daquilo que todo ser humano procura: a felicidade, mas que também no processo tiveram perdas e sofrimentos onde tiveram que superar para voltarem a ser felizes. Mostra o quanto a mulher pode ser muito mais forte do que a maioria das pessoas julga ser, além disso ela luta mesmo sentindo dor, mesmo ferida, mulher não desiste, não enquanto houver esperança.
4 Persépolis, de Marjane Satrapi 
Quem pensa que Graphic Novels pode ser uma leitura leve, fácil e apenas de entretenimento está redondamente enganado e você pode ver o que estou dizendo se se der a oportunidade de ler este livro, aqui iremos acompanhar a autobiografia da quadrinista, nascida no Irã numa época de guerra e perseguições, onde para fugir da opressão e dos perigos que as pessoas passavam e sobretudo as mulheres, teve que "fugir" para a Austrália e viver desde os 14 anos sozinha. Mostra uma mulher que teve que se aceitar, aceitar sua história e parar de se envergonhar por ser quem era, ter nascido onde nasceu e, sobretudo, por ter deixado seu país e sua família num momento tão crucial, Marjane, para completar, teve que conviver com outro idioma, outra cultura e com pessoas que olhavam para ela e julgavam, criticavam e tinham preconceito, teve que aprender com os próprios erros, sofrer suas próprias desilusões pessoais e amorosas sozinha. Marjane hoje é vista guerreira, mas antes foi vista como covarde por sua fugas, mas foi, talvez, por isso que ela pode colocar a "boca no trombone" e denunciar tanto sofrimento, teve liberdade de se expressar e conhecer um mundo que abre portas para as mulheres e não as fecha.
5 O Morro dos Ventos Uivantes, de Emily Brontë
Não queria indicar nenhum clássico, pois sei que nem todos leem clássicos, infelizmente, na época que li esse livro não tinha blog, então não tenho a resenha dele aqui, mas a indicação não é só pela história gótica e com uma sedução tão misteriosa e assustadora. Apesar da história ser realmente boa e envolvente, o que chama atenção é a coragem da escritora Brontë, por ter escrito um livro na época que escreveu, onde mulher alguma tinha o direito de escrever livros, onde a mulher era tão submissa ao poder masculino que jamais poderiam publicar uma obra literária, a não ser, fazendo com Brontë fez: se passando por homem. Já imaginaram o quanto ela teve que se policiar para não soltar cobras e lagartos na sua escritura? O quanto ela teve que tentar escrever como um homem para que não fosse identificada? Pois é. As coisas para as mulheres nunca foram fáceis. 
6 Nosso Último Verão, de Ann Brashares
Por incrível que pareça temos um livro tão lindo e bem juvenil por aqui na lista, mas achei bonito mostrar um livro que fosse um exemplo de amizade e amor, que refletisse tantas primeiras vezes: primeiro amor, primeiro beijo, primeira relação. Pois para uma mulher tudo o que acontece pela primeira vez fica tão marcado no coração que tempo nenhum ou pessoa alguma será capaz de apagar. Esse livro também fala de perdas e separação, mas qual mulher nunca passou por isso? Então, esse livro mostra uma mulher superando suas próprias dores, juntando os cacos de um relacionamento, seguindo em frente.
7 Poliana, de Eleanor H. Porter
Quem acha que só mulheres adultas podem ser exemplo não conhecem essa estória, sinceramente a Poliana (personagem que dá título ao livro) é a minha personagem mais querida, porque mostra que independe da idade poder seguir em frente mesmo depois de perder pessoas tão preciosas, que você pode conquistar todas as pessoas do mundo se você estiver disposta a dedicar tempo para esta tarefa, sobretudo que você pode ser feliz e ver o lado bom das coisas porque é isso que nos dá esperança. Uma personagem feminista como esta deveria ser apresentada para todas as nossas crianças, pois ela prova que devemos ser apoio uns dos outros e não buracos traiçoeiros esperando alguém tropeçar. Não tem uma vez que eu leia Poliana e não chore copiosamente. Melhor livro que tive a oportunidade de conhecer na minha vida.
8 Harry Potter, de J.K. Rowling
O personagem principal da famosa série é o Harry Potter, mas tem uma bruxinha que faz toda a diferença aqui: Herminone, sem ela o que seria de HP, dá para imaginar? Não, não dá. Mas o mais impressionante nesta estória é que Rowling escreveu um livro poderoso que tem cativado mais e mais leitores pelo mundo inteiro, sua própria trajetória de vida abrilhanta ainda mais seus livros. Seus personagens mostram genialidade, espirituosidade, amizade e amor.
9 Jogos Vorazes, de Suzanne Collins
Você consegue imaginar toda essa estória dentro da cabeça da poderosa Collins, o quanto ela teve que interligar tudo e construir o jogo, os personagens, a trama? As vezes fico chocada com tudo o que li em JV, imaginando como Collins foi tão intensa ao escrever ao assim, além disso deu vida a uma personagem feminina que não se curva ao que considera errado, que se rebela e que tem potencial de transformar o mundo, Katniss é o tipo de mulher que é transparente e vê tudo preto no branco, não existe meio termo. Ela luta suas batalhas e não desiste. Um livro que é uma distopia, mas revela tanto sobre nossa realidade e todos esses jogos de manipulação de informação... Você pode até ler JV afim de se entreter, mas no final você fica com várias reflexões. Jamais será o mesmo após esta leitura. Fato.
10 Outlander, de Diana Gabaldon
Tá qui um livro extremamente bem escrito e com um arsenal de pesquisas feitas por Gabaldon, ninguém consegue colocar defeito, conquista o leitor desde a primeira página e só vai ganhando espaço no coração. Apesar de partes tensas, tristes que merecem muito palavrão feio, tem partes românticas tão fofas e sensuais que meio que compensa. Diana Gabaldon também fez a proeza de criar uma personagem feminina pra mulher nenhuma colocar defeito, porque para a época que se passa a estória podemos dizer que a Claire é uma feminista incrível e com jogo de cintura, pois faz ser ouvida e seguida como modelo. Essa mulher é poderosa demais! (escritora e personagem)

Digam-me: quem melhor do que uma mulher para descrever uma mulher, colocar-se desvendada em um papel? Só tenho a dizer obrigada para estas escritoras tão poderosas que conseguem fazer tantos leitores felizes e capazes de entrarem em suas estórias a ponto de se inspirarem e refletirem em suas próprias vidas.

Acredito que essas escritoras merecem ser lidas, sim, e sugeri estes livros, mas as escritoras citadas tem outras obras que podem ser lidas por vocês também. Ok?

Já leram algum desses livros? Quais vocês tem vontade de ler? Gostaram das sugestões? Pra vocês, qual seria um livro escrito por uma mulher que merecer ser conhecido e lido? Diz aí nos comentários para mim!


6 comentários:

  1. Adorei a postagem! Ainda não conhecia alguns, mas já vou adicionar na minha listinha!

    Beijos, * Blog PS Amo Leitura *

    ResponderExcluir
  2. Lucinda em si ja gosta de falar em seus livros de mulheres empoderadas, que são fortes apesar das adversidades
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato Thaila, acho, de verdade, que todos deveriam ler pelo menos um livro dessa DIva.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  3. Harry Potter <3
    Quero muito ler Mulheres e Persépolis, parecem ser muito bons :))
    Beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Oi oi Betânia,

      pleaseeeeeeeeeeeee leia Mulheres e Persépolis assim que possível, são obras maravilhosas e empodeiradas. Nós mulheres temos que abraçar a causa, porque ser apenas mulher não adianta se não lutarmos pelo bem de todas e não nos unirmos em prol de igualdade. Sempre conquistamos as coisas na luta, na marra, então sigamos por esse caminho...

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!