SOCIAL MEDIA

Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta Harry Potter. Classificar por data Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta Harry Potter. Classificar por data Mostrar todas as postagens
Saudações Leitores!
Faz um tempão que não posto vídeo de Chegou pelo Correio, não é mesmo? Mas a culpa era da correria e agora, em Dezembro, que estou com um pouco mais de tempo consegui gravar. Como sempre, o vídeo não ficou lá essas coisas, mas isso é normal: iluminação ruim, câmera ruim e eu pra completar... hihihi



LIVROS CITADOS
Profundezas - Tricia Rayburn(Verus) 
Feitiço - Sarah Pinborough (Única)
Belo Desastre - Jamie McGuire (Verus)
Melância - Marian Keyes (BestBolso)
Férias - Marian Keyes (BestBolso)
Sushi - Marian Keyes (BestBolso)
Harry Potter e a Pedra Filosofal - J. K. Rowling (Rocco)
Harry Potter e a Câmara Secreta - J. K. Rowling (Rocco)
Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban - J. K. Rowling (Rocco)
Harry Potter e o Cálice de Fogo - J. K. Rowling (Rocco)
Harry Potter e a Ordem da Fênix - J. K. Rowling (Rocco)
Harry Potter e o Enigma do Príncipe - J. K. Rowling (Rocco)
Harry Potter e as Relíquias da Morte - J. K. Rowling (Rocco)
Eragon - Christopher Paolini (Rocco)
Eldest - Christopher Paolini (Rocco)
Brisingr - Christopher Paolini (Rocco)
Herança - Christopher Paolini (Rocco)
Paris versus Nova York - Vahram Muratyan (Intrínseca)

RESENHAS CITADA
Veneno - Sarah Pinborough

PROMOÇÕES

O Chegou pelo Correio de Dezembro e, consequentemente, o último de 2013 fica por aqui, nos vemos em 2014 com mais Chegou pelo Correio.
Que este mês de Dezembro tenha sido tão bom para vocês como foi para mim e que 2014 seja tudo muito melhor!!!!


BOAS LEITURAS!
FELIZ 2014!!!! 

Camila Márcia

Chegou pelo Correios 37#

domingo, 29 de dezembro de 2013

Saudações Leitores!
Cheguei ao fim da leitura da série Harry Potter, e agora percebo que sete livros se tornaram pouco para quem realmente se deixou cativar pelo bruxinho. É com alegria que vejo o desenrolar da história, mas foi com pesar que li a última frase do livro, porque vou ficar morrendo de saudades já não há outro em seguida. Espero poder reler a série novamente e assistir aos filmes (nunca assisti nenhum).
Bem, estou aqui tentando escrever uma resenha sobre esse livro e percebo o quanto é dificil por tamanha complexidade e inumeras informações contidas nele e, tenho convicção, de que nenhuma resenha, feita por mim ou por qualquer outra pessoa será suficientemente fiel ao desejo de poder expor todo o prazer que o resenhista sentiu ao realizar a leitura da série. Não obstante, vou tentar ser objetiva, mas tenho certeza que poderia passar o dia todo falado do livro que não me cansaria. Acho que a resenha será não só de uma fã, mas de garota que se deixou cativar e apaixonar por Harry Potter. Espero que gostem:



Harry Potter e as Relíquias da Morte, J. K. Rowling, Rio de Janeiro: Rocco, 2007, 590 pág. (tradução de Lia Wyler)

      “Harry Potter and the Deathly Hallows” é o título original e foi lançado mundialmente em 2007. Trata-se do sétimo e último livro da série do bruxo Harry Potter, foi escrito, como todos sabem, por Joanne Kathleen Rowling, mas conhecida por J. K. Rowling. Também como os outros seis livros da série ganhou adaptação cinematográfica, tendo uma diferença: este último livro originou dois filmes: Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte I e Parte II.
     Após a morte de Dumbledore e este ter passado uma tarefa imprescindível a Harry Potter: a de procurar Horcruxes. Harry, agora com dezessete anos, compartilha essa tarefa com seus melhores amigos Rony e Hermione, que se prontificam a ajudá-lo esporadicamente. O trio decide não voltar a Hogwarts para cursar seu ultimo ano e sim irem à procura das Horcruxes.
     Nesse ínterim, o Ministério da Magia é tomado por Voldemort, as pessoas são postas sob a Maldição Imperius e todo o mundo bruxo vê a ascensão de Lord Voldemort ao poder. O caos é implantado, os sangues-rins são perseguidos e mortos, muitos bruxos resistentes são assassinados e todos estão assustados e os trouxas também sofrem as consequências da ‘guerra’ bruxa. Comensais da Morte e Dementadores estão espalhados por todos os lugares a procura de Harry Potter.
     Entretanto, Harry e seus amigos tentam destrinchar um grande quebra-cabeça deixado por Dumbledore, para poderem encontrar e destruírem todas as Horcruxes e assim Voldemort poder ser destruído. Nessa busca, Dumbledore deixa um espólio com alguns objetos para Harry, Rony e Hermione. Para Harry deixou o Pomo de Ouro que ele capturou em seu primeiro jogo de quadribol e a espada de Godric Gryffindor; a Rony deixou o Desiluminador e a Hermione deixou um exemplar de Os Contos de Beedle, o bardo, objetos essências para a descoberta de novos mistérios envolvendo as supostas Relíquias da Morte.
     O livro é repleto de aventuras do começo ao fim e, também, cheio de mistérios que Harry e os amigos têm que descobrir e muitos deles estão relacionados com os livros anteriores da série. Ademais, Harry Potter e as Relíquias da Morte, tem uma ligação muito especial com o sexto livro (Harry Potter e o Enigma do Príncipe), pois é a continuação das histórias não finalizados no mesmo. É nesse livro que as forças resistentes: Armada Dumbledore e a Ordem da Fênix juntam-se para o confronto final que, não poderia ser em outro local a não ser em Hogwarts. Onde tudo começou, é lá que tudo, também, encontra seu fim.
     O sétimo livro da série é um dos mais diferentes, pois é o único em que Harry Potter não volta para mais um ano de estudos em Hogwards. É também neste livro em que, com a morte de Dumbledore, nos vemos diante de muitos boatos sobre a vida desse grande bruxo e nos deparamos com o choque de não sabemos nada sobre a vida de Alvo Dumbledore.
     À medida que, no livro, Harry e nós vamos descobrindo ‘fatos’ da vida de Dumbledore, confesso que dá um pouco de raiva do bruxo e aquela aura estonteante em que Dumbledore foi apresentado para os leitores nos livros anteriores vai definhando e nascendo. Eu ficava me perguntando o por quê de Rowling estar, de certa forma, colocando Harry e nós contra Dumbledore. É então que o fim vai se aproximando e a gente vai percebendo a genialidade da autora: seja bruxo ou trouxa, ninguém é perfeito.
     Enfim, só tenho que dizer que acredito que todos deveriam ler Harry Potter, sejam jovens ou adultos, a série é verdadeiramente perfeita e não é só feita de aventuras ou prazer de leitura, mas mostra um laço de amizade, família e amor muito profundos. Durante o livro somos apresentados personagens que são muito bem construídos e todos tem uma lição para aprender e uma lição para dar ao leitor. Eis uma série que merece ser lida.

Camila Márcia

Ps.: Quero novamente agradecer as minhas amigas Poliana e Marianne por terem me emprestado os livros da série e dividirem esse bruxinho comigo. Agora minha vida não será a mesma após conhecer Harry Potter... Obrigada!

Resenha: Harry Potter e as Relíquias da Morte (vol.7) - J.K. Rowling

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Saudações Leitores!
Minhas primeiras indicações de livros do ano é a série Harry Potter, e como estou quase me tornando Mila Potter [risos] pensei: tenho que indicar. A série [para quem não sabe] é composta de sete livros (clique no nome e leia a resenha): Harry Potter e a Pedra Filosofal; Harry Potter e a Câmara Secreta; Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban; Harry Potter e o Cálice de Fogo; Harry Potter e a Ordem da Fênix; Harry Potter e o Enigma do Príncipe e Harry Potter e as Relínquias da Morte.


Tenho que confessar que jamais pensei que leria Harry Potter porque sempre via as pessoas fanáticas e achava que tanto os livros quanto os filmes eram muito idiotas. Ledo engano... Minhas amigas fãs de Harry Potter: Marianne e Poliana fizeram o favor de me apresentarem o Harry de uma maneira que antes não tinha conhecido. Quando elas falavam do Harry Potter diziam coisas maravilhosas e, assim, conheci Harry e fiquei apaixonada. 
Preciso afirmar que, quando quebramos algumas barreiras de preconceitos que nascem sem fundamento algum [porque eu não tinha o direito de ir contra aquilo que não conhecia, acredito que ninguém tenha esse direito] podemos nos surpreender muitíssimo. Estou realmente surpresa, acompanhei o crescimento de Harry e a partir disso não tem como não gostar desse bruxinho.
Apesar de só ter lido os seis primeiros livros, ou seja, ainda falta o último [que logo vou devorar] vou também indicar o último porque é a conclusão da série e deve ser tão fabulo quanto os outros seis:


Então, o que vocês acharam das minhas indicações de Janeiro? Espero que aprovem e se divirtam muito lendo. Boas leituras!

Camila Márcia

Indicações 5#:

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Saudações Leitores!
Vamos conferir uma resenha de um livro que demorei muito tempo para decidir ler: Harry Potter, assumo que carregava um certo preconceito quanto a ele, eu pensava que não era bom, mas uma amiga (Poliana) me colocou na parede de falou super bem do "Harry" disse que eu Precisava ler. Então dei uma oportunidade ao livro, que mal poderia haver? Caso eu não gostasse abandonava o livro e se eu gostasse ela me emprestaria os outros livros da série. Resultado, devorei o livro e estou super apaixonada por Harry Potter, louca para ler o segundo livro e veja bem: já penso em comprar a coleção!!!!


Harry Potter e a Pedra Filosofal, J. K. Rowling, Rio de Janeiro: Rocco, 2000, 263 pág. (tradução de Lia Wyler)

       Publicado em 1997, “Harry Potter and the Philosopher’s Stone” da escritora J. K. Rowling é o primeiro de uma série de sete livros que contam a história de um bruxinho chamado Harry Potter e seu grupo de amigos. Todos os livros da série foram adaptados ao cinema e são mundialmente famosos, tendo fãs e admiradores. Pode-se dizer que Harry Potter é febre mundial.
       O primeiro livro da série conta a história de Harry Potter que, órfão, vai morar com os tios, estes lhe escondem que ele é um bruxo e o tratam muito mal. Entretanto Harry cresce e no seu décimo primeiro aniversário ele é convocado para estudar na “Escola de Magia e Bruxaria Hogwarts”, seus tios – obviamente – recusam-se a aceitar que ele vá, mas de nada adianta. Harry Potter vai para Hogwarts, não sem antes escutar Rúbeo Hagrid, Guardião das Chaves e das Terras de Hogwarts, esclarecer-lhe um pouco sobre seu passado: conta a história de sua família, que morreu lutando contra o bruxo Voldemort e, portanto, Harry e os pais são famosos, mesmo porque Harry conseguiu sair vivo, apenas com uma cicatriz na testa. Desde este fatídico fia, Voldemort esta desaparecido.
       Em Hogwarts Harry Potter faz amigos entre eles Rony, Hermione, Neville, entre outros, outrossim, faz algumas inimizades como Malfoy. Entrementes, Harry descobre que tem grande jeito para jogar Quadribol e se torna parte do time de sua casa “Grifinória”. Mas a história não para por aí, uma sucessão de fatos acontecem e Harry e seus amigos suspeitam que Voldemort esta de volta e a procura da Pedra Filosofal, desse modo, eles passam por grandes aventuras e perigos durante todo o ano letivo.
       J. K. Rowling soube com maestria criar um mundo mágico e cheio de fantasia, fundindo elementos fantásticos dos mais variados que já são tipicamente conhecidos: bruxos, centauros, fantasmas, dragões, etc., mas fez isto de uma forma tão peculiar que dá roupagem nova a cada um. Vale frisar também a linguagem que a autora utiliza que é muito fácil e fluida. A forma de narrar a história também é encantadora e muito rica em detalhes e descrições. Além disso, Rowling consegue manter uma coerência incrível em todo o desenrolar da história.
       Em suma, fiquei encantada com a leitura e me surpreendi, pois eu imaginava que o livro era algo bobo, ledo engano. Pude quebrar com meus preconceitos agora e posso dizer que Harry Potter é muito bom, já estou ansiosa para ler o segundo livro!!!! Indico para jovens e adultos, um pouco de fantasia sempre faz bem.

 Camila Márcia

Resenha: Harry Potter e a Pedra Filosofal (Vol. 1) - J. K. Rowling

domingo, 18 de setembro de 2011

Saudações Leitores!
Fazia o maior tempão que eu desejava O Livro das Criaturas de Harry Potter, mas como ele sempre custava os olhos da cara (ou um rim), fui adiando a compra (adiando, adiando...) até que o peguei numa p$#@ promoção de 29,00 reais e não deu outra: Comprei.


O Livro das Criaturas de Harry Potter, Jody Revenson, 2ª Edição, Rio de Janeiro: Galera Record, 2015, 208 pág.
Traduzido por Regiane Winarski

Harry Potter: The Creature Vault, no Brasil O Livro das Criaturas de Harry Potter foi escrito por Jody Revenson - autora de vários livros sobre o universo de Harry Potter. Inclusive, a Galera Record publicou outros dois livros dela: Os Lugares Mágicos dos Filmes de Harry Potter e O Livro dos Personagens de Harry Potter (os quais estão na minha wishlist e custam um rim).

O livro está dividido em nove capítulos que dividem os seres fantásticos em grupos: 1. Habitantes da Floresta; 2. Habitantes do Lago; 3. Habitantes do Céu; 4. Invasores; 5. Metamorfos; 6. Mundo Trabalhador; 7. Arte das Trevas; 8. Companheiros; 9. A Estufa.

Resenha: O Livro das Criaturas de Harry Potter - Jody Revenson

domingo, 3 de julho de 2016

Saudações Leitores!
Dá para imaginar como uma fã de Harry Potter ficou emocionada com a publicação de Harry Potter and the Cursed Child? É claro que não tinha condição de eu esperar pelo lançamento nacional e já corri para adquirir e ler a versão em inglês.

Harry Potter and the Cursed Child, J.K. Rowling, John Tiffany & Jack Thorne,
 Scholastic, 2016, 320 pág.

Harry Potter and the Cursed Child é a oitava história da série Harry Potter criada por J. K. Rowling, no entanto, desta vez a história é "contada" de uma forma diferente, isto é, através do roteiro da peça com o mesmo título, além disso a peça foi escrita através da história original de Rowling com a participação de John Tiffany e Jack Thorne. O livro ainda não foi publicado no Brasil, mas a previsão já é para o final de outubro e o título brasileiro é Harry Potter e a Criança Amaldiçoada.

Resenha: Harry Potter and the Cursed Child - J.K. Rowling, John Tiffany & Jack Thorne

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Saudações Leitores!
Hoje trago a resenha do terceiro livro da série Harry Potter, que confessadamente já me tornei fã! Esse terceiro livro realmente me surpreendeu, dos que já li este foi o melhor, pois o primeiro livro era realmente mais voltado para o publico infantil, mais ingênuo - se é que vocês me entendem; o segundo livro já é consideravelmente mais adolescente e o enredo já é mais evoluído e este terceiro livro é realmente um livro para jovens de qualquer idade, o enredo é surpreendente. Assumo que me surpreendi muito com o 'final' do livro. Enfim, chega desse meu blá blá blá e vamos ao que interessa: A Resenha.


Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, J. K. Rowling, Rio de Janeiro: Rocco, 2000, 348 pág. (tradução de Lia Wyler) 

       Foi publicado originalmente em 1999 com o título “Harry Potter and the Prisioner of Azkaban”, é considerado um dos melhores livros da série Harry Potter escrita por J. K. Rowling, também tem uma adaptação cinematográfica. O terceiro livro da série continua as aventuras do bruxo Harry Potter e seus amigos, mas dessa vez o enredo está envolto de muitos mistérios, suspense e segredos.
       Como é de práxis, mais uma vez as férias de Harry na casa de seus tios trouxas não foram boas e a culminância delas foi quando Harry transformou, em um jantar, tia Guida (irmão de tio Valter) em um balão após ela ter ofendido seus pais. Depois desse ato Harry foge de casa e perambula pela noite escura até pegar o Nôitibus Andante que lhe leva até ao Caldeirão Furado, onde passa o restante de suas férias hospedado.
       Nesse meio tempo, ele reencontra seus amigos de Hogwarts: Rony e Hermione, mas também descobre que um prisioneiro muitíssimo perigoso chamado Sirius Black fugiu de Azkaban e estaria atrás de Harry para mata-lo. Desse modo, Harry é escoltado para a estação nove e meia até entrar no Expresso a vapor que o levaria de volta para Hogwarts a escola de bruxos.Na escola, devido à fuga de Sirius Black e a preocupação de todos com a segurança de Harry as portas do castelo são guardadas pelos dementadores, os guardas de Azkaban. Assim o ano letivo de Harry Potter e seus amigos é turbulento e cheio de aventura. Diante de todos os cuidados de proteção que Harry recebe ele encontra muitas dificuldades em manter-se concentrado nas aulas, pois seus pensamentos e preocupações estão voltados para Sirius Black que ele descobre ter sido um dos melhores amigos de seus pais e também seu padrinho.
       É surpreendente todo o enredo que J. K. Rowling projeta em “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban”, seu decurso e seu desenlace é exuberante, durante todo o livro alguns mistérios são desvendados e muitos outros surgem para apimentar a história de Harry. A linguagem utilizada pela autora continua simples e fluida, mas é perceptível que há uma evolução na maneira de narrar que vem a ser diferente dos livros anteriores da série, vê-se que há um amadurecimento. Ademais o final do livro é bem inesperado (pelo menos para quem não assistiu ao filme). "As consequências de nossos atos são sempre tão complexas, tão diversas, que predizer o futuro é uma tarefa realmente difícil." (p.342).
       Particularmente indicado aos fãs da série Harry Potter, as pessoas que gostam de livros com muita aventura, magia e mistérios. Em suma, indico a todos, pois é um livro muito bom!
Camila Márcia

Resenha: Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (Vol. 3) - J. K. Rowling

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Saudações Leitores!
Eu disse que ia me controlar, que ia tentar passar 2016 sem comprar muitos livros para que eu pudesse ler os que tenho, mas não resisto e essas promoções que de vez em quado tem são muito tentadoras, logo no primeiro mês do ano eu perdi as estribeiras e comprei... muito... muito mais do que eu previa para o ano todo (Choque). Em contrapartida, também recebi alguns livros de parceria e mostro para vocês logo abaixo:

Da Editora Companhia das Letras (Quadrinhos na Cia) recebi os livros: Dois irmãos (Fábio Moon e Gabriel Bá), Retalhos (Craig Thompson) e Persépolis (Marjane Satrapi) que são todos HQs - realmente estou obcecada por graphic novels, descobri essa nova paixão. Inclusive já li Dois Irmãos e Retalhos, mas ainda não consegui postar a resenha. Em breve deve sair, fiquem atentos!

Da Editora Seguinte (Companhia das Letras) recebi as provas antecipada de A Sereia (Kiera Cass),  que já li, e Espada de Vidro (Victoria Aveyard) que já estou lendo e o livro Coroa Cruel (Victoria Aveyard), contos sobre o universo de Rainha Vermelha.

Da Editora Arqueiro recebi um box mimoso com os dois volumes de Mundo Sem Fim, vol.1 e vol.2 (Ken Follett), que estou bastante curiosa para ler e já até sei que vou gostar bastante.

Recebi também o livro Moriarty (Anthony Horowitz) da Editora Record; Por Favor, Ignore Vera Dietz (A.S. King), da Novo Século; e da Geração Editorial (Jardim dos Livros) recebi As Lições do Mestre (Confúcio), este último já li, falta só postar resenha no blog. Aguardem!

Já fazia um tempo que desejava Trilogia dos Espinhos e enfim consegui comprar: Prince of Thorns, King of Thorns e Emperor of Thorns (Mark Lawrence) publicados pela DarkSide. Estes livros são perfeitos!

Também comprei duas HQs publicadas pela Editora Nemo:O Muro (Fraipont & Bailly), Pílulas Azuis (Frederik Peeters), já li este livro último; também comprei O Mar Infinito (Rick Yancey) publicado pela Fundamento, pois após ler o primeiro volume eu fiquei louca pela continuação, já até li, mas ainda não postei a resenha (estou com as resenhas bem atrasada com as postagens).

Também comprei, só que de segunda mão, através da Estante Virtual os livros: O Céu Vai ter Que Esperar (Cally Taylor) e Um Anjo Burro (Christopher Moore) publicados pela editora Bertrand Brasil.

Comprei alguns livros publicados pela Intrínseca que já algum tempo queria (desde os respectivos lançamentos) Léxico (Max Barry), Para Todos os Garotos que Já Amei (Jenny Han), Auggie & Eu (R.J. Palacio) e A Sorte do Agora (Matthew Quick).

Enfim chegou meu Box Set de Harry Potter (em inglês) que comprei na Black Friday ano passado - sério estava pirando de tanta espera e expectativa): Harry Potter and The Sorcerer's Stone, Harry Potter and The Chamber of Secret, Harry Potter and The Prisioneiros of Azkaban, Harry Potter and The Goblet of Fire, Harry Potter and The Order of The Phoenix, Harry Potter and The Half-Blood Prince Harry Potter and The Deathy Hollows (J.K. Rowling).

Comprei meus primeiros Funko Pop e foi da coleção Harry Potter, estou tão empolgada e morrendo de amores pelos meus Funkos do Harry, Rony, Hermione,  Hagrid, Dumbledore, Snape e Voldemort. São tão lindooooos!!!!!

Meu coração de leitora está radiante com essas belezuras, espero que eu consiga controlar meu instinto compulsivo de compradora e quero ler meus livros. Aposto que serão ótimas leituras.

Boas leituras para todos nós e vamos lá... que Fevereiro seja bem-vindo!

Chegou pelo Correios 65#

domingo, 31 de janeiro de 2016


Saudações Leitores!
Hoje inauguro uma nova coluna no blog que se trata de algo que já venho fazendo em outra rede social que é o twitter, quem me segue por lá (@camila_marcia) sabe que quase todas as sextas posto o "#OMG meus delírios de consumo desta sexta-feira", então resolvi migrar esse tipo de postagem para o blog, acho a idéia bacana e assim, quem acompanha o blog, pode conhecer um pouco mais desta blogueira e de seus "delírios de consumo".
A proposta é esta postagem sair nas sextas-feiras, mas não acredito que será todas as sextas, dependerá muito do meu humor e dos meus "delírios de consumo", além do mais, não necessariamente os meus delírios serão só livros, mas podem variar entre séries, filmes, moda, Cds, afinal, eu sempre gosto e quero muitas coisas.
Então, para abrir esta coluna no blog, vou postar o meu delírio desta sexta que não poderia ser diferente: Livros!!!

SÉRIE HARRY POTTER
Por quê?
Já li todos os sete livros da série, mas ainda não tenho meus próprios exemplares o que é uma pena.
Acho os livros um pouco caros, mas sei que valem cada centavo, entretanto venho adiando a compra e sei que isso se deve ao fato de já ter lido então, geralmente, dou preferência na hora da compra a livros que ainda não li. Meu projeto, para este ano, é ir comprando um de cada vez, assim logo poderei ter meus sete preciosos S2.
Acredito que não é necessário falar desta série, pois Harry Potter é mais conhecido que farinha de trigo. Mas caso queiram saber mais deixo os nomes dos livros e suas resenhas [basta clicar em cima deles]:

Harry Potter e a Pedra Filosofal
Harry Potter e a Câmara Secreta
Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban
Harry Potter e o Cálice de Fogo
Harry Potter e a Ordem da Fênix
Harry Potter e o Enigma do Príncipe
Harry Potter e as Relíquias da Morte

Gostaram da postagem? Vocês tem algum delírio de consumo nesta sexta-feira? Contem-me.

Camila Márcia.

Delírios de Consumo 1#:

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Saudações Leitores!
Uau, quando terminei a leitura do quarto livro da série Harry Potter fiquei sem palavras, até agora o que eu mais tinha gostado era "O Prisioneiro de Azkaban", mas com certeza "O Cálice de Fogo" também já se tornou meu favorito. Ma-ra-vi-lho-so! O livro é enorme, mas nenhum pouco cansativo. Confiram a resenha:


Harry Potter e o Cálice de Fogo, J. K. Rowling, Rio de Janeiro: Rocco, 2001, 583 pág. (tradução de Lia Wyler)

       “Harry Potter and the Goblet of Fire”, foi publicado originalmente em 2000 na Grã-Bretanha e é o quarto livro da série criada por J.K. Rowling e conta a história do menino bruxo Harry Potter em seu quarto ano na Escola de Magia Hogwarts.
       A história começa ainda nas férias aonde Harry vai para a casa dos tios Dursley na Rua dos Alfeneiros número 4 quando ele acorda no meio da noite com sua cicatriz, em forma de raio, doendo após ter tido um pesadelo com o Lorde das Trevas: Voldemort. Após alguns dias Harry vai para A Toca – casa dos Weasley – para posteriormente assistir a final da Copa Mundia de Quadribol – o esporte dos bruxos – e é o momento em que ‘cai a ficha’ para Harry que em outros países também há bruxos.
       Na Copa Mundial de Quadribol, Harry, conhece alguns jogadores famosos entre eles Vitor Krum, que é o jogador mais conhecido e admirado de todos. Após o jogo, um ataque dos Comensais da Morte deixa todo o acampamento em polvorosa e após o sinal da Marca Negra todos ficam exaltados. Neste ínterim, o quarto ano de Hogwarts ainda nem havia começado. Fatos estranhos e desaparecimentos já estavam acontecendo.
       O ano se inicia e Harry vai com Rony e Hermione para Hogwarts, lá entre muitos acontecimentos se inicia o Torneio Tribruxo, em que algumas escolas (Durmstrang e Beauxbatons) de outros países vão para Hogwarts para participarem. São escolhidos três campeões, um de cada escola. E para a escolha ser justas é posto o Cálice de Fogo acessível para que os alunos que querem participar possam colocar seus nomes dentro. Entretanto, Dumbledore e o Ministério fixam como regra a participação apenas de alunos maiores, devido o grau de dificuldade e perigo das tarefas do torneio.
       Na cerimônia de escolha – pelo Cálice de Fogo – os três campeões são apresentados: Vitor Krum da Escola Durmstrang, Fleur Delacour da Academia Beauxbatons e Cedrico Diggory de Hogwarts. Contudo, misteriosamente o Cálice de Fogo expele mais um nome de participante: Harry Potter, porém Harry é menor e o torneio é com três campeões e não quadro, mas segundo o estipulado, o Cálice de Fogo escolheu então ele deveria participar. O mistério acerca de quem colocou o nome de Harry no cálice é enorme e a preocupação do garoto também, pois ele sente medo do que lhe espera nas tarefas do torneio.
       Durante todo o livro, somos apresentados a diversas aventuras e muitas delas nos deixam numa expectativa enorme, um ponto interessante desse livro foi Rowling ter nos apresentado outras escolas de magia, outros alunos que não os de Hogwarts e ter detalhado muito mais os acontecimentos durante o ano letivo de Harry. Os acontecimentos estão todos entremeados e ligados desde a Copa Mundial de Quadribol ao último capítulo do livro, a linguagem é fluida, e o enredo gira em torno de muitos mistérios e muitas descobertas.
       “Harry Potter e o Cálice de Fogo” é, para mim, o livro que mais gostei até agora, apesar de “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban” ser também um dos meus favoritos por apresentar o final mais inusitado, algo que eu jamais esperei! Vale a pena conferir, leiam, leiam, leiam...

Camila Márcia

Resenha: Harry Potter e o Cálice de Fogo (Vol. 4) - J. K. Rowling

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Saudações Leitores!
Resolvi postar sobre adaptações cinematográficas de livros, entretanto, quero deixar claro que não sou nenhuma crítica de cinema, mas gosto de assistir e tenho minha opinião que é bem particular, tenho certeza que alguns vão concordar comigo ao lerem e outros não. Respeito a todas as opiniões, certo?
Como recentemente li todos os livros da Série Harry Potter, minha escolha para encadear esse tema Filmes x Livros foi realmente fácil e óbvia.
Para quem acompanhou as resenhas dos livros, sabe que eu ainda não tinha assistido a nenhum filme da série (sou de que planeta mesmo?). Apaixonei-me por Harry Potter e assim que terminei de ler resolvi assistir também. Então vamos lá:


Harry Potter e a Pedra Filosofal
Título Original: Harry Potter and the Sorcerer's Stone
Gênero: Aventura, Família, Fantasia
Direção: Chris Columbus
Roteiro: J.K. Rowling, Steve Kloves
Duração: 152 minutos
Ano: 2001

Sinopse: Harry Potter (Daniel Radcliffe) é um garoto órfão de 10 anos que vive infeliz com seus tios, os Dursley. Até que, repentinamente, ele recebe uma carta contendo um convite para ingressar em Hogwarts, uma famosa escola especializada em formar jovens bruxos. Inicialmente Harry é impedido de ler a carta por seu tio Válter (Richard Griffiths), mas logo ele recebe a visita de Hagrid (Robbie Coltrane), o guarda-caça de Hogwarts, que chega em sua casa para levá-lo até a escola. A partir de então Harry passa a conhecer um mundo mágico que jamais imaginara, vivendo as mais diversas aventuras com seus mais novos amigos, Rony Weasley (Rupert Grint) e Hermione Granger (Emma Watson). (Fonte: Filmow)


MINHA OPINIÃO
Bem, não vou me estender muito porque o filme é basicamente a mesma história do livro e vocês podem ler a resenha do livro (Resenha: Harry Potter e a Pedra Filosofal). Como toda adaptação cinematográfica muita coisa que tem no livro fica de fora e algumas situações que aparecem no livro de um jeito são sutilmente modificadas, mas vale frisar que não prejudicam o decorrer da história.
Tal como o livro é um dos mais infantis da série, com o filme também não é diferente: acredito que também seja um dos mais infantis, entretanto, isso não quer dizer que seja ruim, pelo contrário é bom e de certa forma muito coerente com a história do livro.
Gostei muito de como se desenrolou a história através das falas dos personagens, pois se mantiveram bem fiéis ao livro, creio que isso se deve ao fato da própria autora das obras, J.K. Rowling, ajudar no roteiro do filme. A fotografia do filme é muito boa. Gostei dos efeitos especiais. A qualidade do cenário tornou o mundo ficcional muito real. Acerca dos atores, eu simplesmente fiquei encantada com a escolha, confesso, no entanto, que ao ler os livros não imaginava uma Hermione tão descabelada, mas... foi bem interessante.
Apesar de o livro Harry Potter e a Pedra Filosofal não ser o meu favorito da série, reconheço a sua grande importância para a apresentação de todo o mundo mágico criado por Rowling e confesso que, apesar de algumas diferenças entre o filme e o livro e algumas partes super legais do livro terem ficado de fora, gostei muito do filme, porque é onde começa toda a história e após a leitura da série é fabuloso ver os personagens e os lugares que você imaginou mentalmente se "materializarem" através dos filmes.
Um ponto que me deixou a desejar? O fato de o centauro não ser fiel ao livro, pois lá diz que ele é bonito e no filme ele não é. Também acho que me frustrei a respeito do Canino (o cachorro do Hagrid) porque na minha cabeça eu imaginava ele totalmente diferente, mas isso não quer dizer que o Canino do filme não tenha me agradado. Agradou. Só que eu tinha um desenho mental dele bem diferente.
Um ponto fascinante foi o jogo de quadribol, gente foi maravilhoso ver as descrições de jogo da J.K. Rowling em "prática". O jogo de quadribol para mim foi uma surpresa incrivel!
Com certeza, acredito que muita gente já tenha assistido a esse filme, mas quem não assistiu corram e assistam, é muito bom!Não posso deixar de indicar o livro também... leiam...

Camila Márcia

Ps.: E eu disse que não ia me estender.... (risos)

Filme: Harry Potter e a Pedra Filosofal

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Saudações Leitores!
Eis nossa primeira sexta-feira do mês e trago para vocês alguns itens que tenho na minha Wishlist, mas provavelmente demorarei para comprá-los (a não ser que eu ganhe, há sempre essa possibilidade, não é?).

Sempre utilizo bastante o meu notebook na cama, então geralmente uso um travesseiro para colocá-lo em cima, mas é uma situação horrível, então penso que já está mais do que na hora de adquirir uma Bandeja para Notebook.
Sou fã de Gilmore Girls e vi que a Funko Pop lançou a Lorelai, Rory e Sookie, então já necessito, é claro!

Lembrando que consegui adquirir no ano passado vários itens que já coloquei nas postagens do Delírios de Consumo, como todo ano faço o apanhado esse ano também vou listar abaixo os itens que consegui e que já saíram nesta coluna::

CD Será Bem-Vindo Qualquer Sorriso (Delírios de Consumo 7#)
Livro: Série Hush Hush (Delírios de Consumo 13#)
Livro: Trilogia Fronteiras do Universo (Delírios de Consumo 16#)
Miniatura do Cristo Redentor (Delírios de Consumo 16#)
Livro: Os Contos de Beedle, o Bardo   (Delírios de Consumo 24#)
Livro: Lugar Nenhum (Delírios de Consumo 26#)
Livro: O Bicho-da-Seda (Delírios de Consumo 26#)
Livro: Box Inglês Harry Potter (Delírios de Consumo 28#)
Livro: Léxico (Delírios de Consumo 30#)
Livro: Baía da Esperança (Delírios de Consumo 34#)
Funko Pop: Harry Potter (Delírios de Consumo 38#)
Livro: Trilogia Espinhos (Delírios de Consumo 38#)
Livro: Série Feios (Delírios de Consumo 38#)
Mangá: Sailor Moon (Delírios de Consumo 40#)
Funko Pop: Outlander (Delírios de Consumo 40#)
Livro: Menina Má (Delírios de Consumo 41#)
Livro: O Circo Mecânico Tresaulti (Delírios de Consumo 41#)
Livro: A 5a Onda-A Última Estrela (Delírios de Consumo 41#)
Graphic Novel: Placas Tectônicas (Delírios de Consumo 41#)
Livro: O Livro dos Personagens de Harry Potter (Delírios de Consumo 42#)
Livro: Os Lugares Mágicos dos Filmes de Harry Potter (Delírios de Consumo 42#)
Livro: Harry Potter: A Magia do Cinema(Delírios de Consumo 42#)
Livro: Onde Cantam os Pássaros (Delírios de Consumo 43#)
Livro: The Kiss of Deception(Delírios de Consumo 43#)
Livro: O Último Adeus (Delírios de Consumo 43#)
Livro: Em Algum Lugar nas Estrelas(Delírios de Consumo 43#)
Livro: O Menino que Desenhava Monstros (Delírios de Consumo 43#)
Livro: Harry Potter e a Pedra Filosofal - Ed. Ilustrada (Delírios de Consumo 43#)
Livro: Carry On (Delírios de Consumo 44#)
Livro: Loney (Delírios de Consumo 44#)
Livro: O Navio das Noivas (Delírios de Consumo 44#)
Tripé Câmera (Delírios de Consumo 44#)
Livro: Cruéis (Delírios de Consumo 45#)
Livro: Sete Minutos no Paraíso (Delírios de Consumo 45#)
Livro: Lembrança (Delírios de Consumo 45#)
Livro: Biblioteca de Almas (Delírios de Consumo 45#)
Livro: Harry Potter and the Cursed Child (Delírios de Consumo 45#)
Livro: Harry Potter e a Criança Amaldiçoada (Delírios de Consumo 45#)
Pessoal: Óculos de Sol Coração (Delírios de Consumo 45#)
Pessoal: Óculos de Sol Redondo (Delírios de Consumo 45#)
e-Reader: Kindle Paperwithe (Delírios de Consumo 45#)
Livro: Box da Série Acampamento Shadow Fall (Delírios de Consumo 46#)
Livro: Saga dos Garotos Corvos (Delírios de Consumo 48#)
Livro: Fantastic Beasts and Where to Find Them (Delírios de Consumo 49#)

Delírios de Consumo 50#

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Harry Potter: A Magia do Cinema, Brian Sibley e J.K. Rowling, São Paulo: Panini, 2014, 164 pág
Tradução: Marina Fragano Baird e Thais Aux

Saudações Leitores!
Estou louca para falar sobre Harry Potter: A Magia do Cinema para vocês, na realidade quero mais é mostrar alguns detalhes do livro, portanto esta review será praticamente ilustrativa, ou melhor: fotográfica, daí vocês poderão tirar suas próprias conclusões.

Resenha: Harry Potter: A Magia do Cinema - Brian Sibley e J.K. Rowling

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Saudações Leitores!
Inacreditável, hoje acordei as seis da manhã porque estava louca para terminar de ler esse livro e terminado o livro corri pro computador pra já fazer a resenha e disponibilizar pra vocês, eu precisava dividir minha experiência de leitura com alguém, não obstante, fico triste só de pensar que só falta mais um livro pra terminar a série. Tô apaixonada pelo Harry (risos). Quero aproveitar para agradecer a minha amiga Marianne por ter me emprestado o livro. Simplesmente maravilhoso, confiram a resenha e deixem seus comentários!


Harry Potter e o Enigma do Príncipe, J. K. Rowling, Rio de Janeiro: Rocco, 2005, 510 pág. (tradução de Lia Wyler)

Com o título original “Harry Potter and the Half-blood Prince” foi publicado em 2005, é o sexto (e penúltimo) livro da série Harry Potter e, novamente J.K.Rowling vai narrar mais um ano turbulento e cheio de descobertas na vida do bruxo Harry, agora com dezesseis anos.
É incrível como J.K.Rowling escreve “Harry Potter e o Enigma do Príncipe” com maestria, uma história encadeada, lógica e sombria. Mistério é o que não falta neste sexto livro. O início do livro é o mais inesperado e ao mesmo tempo mais esperado possível, Rowling, conta da renúncia do primeiro ministro, Cornélio Fudge, e apresenta o mais novo ministro, o auror Rufo Scrimgeour, afinal a população bruxa não poderia mais acreditar que o Lord das Trevas estaria morto, não após o ataque no Ministério no ano anterior em que ficou mais do que provado que o que Harry e Dumbledore afirmavam não eram calúnias e sim a verdade.
Ainda no início do livro nos deparamos com Snape em uma situação e conversa suspeita com a esposa de Malfoy e Belatriz Lestrange (Comensal da Morte). Temos também a revelação de que Draco Malfoy se tornará um Comensal da Morte. Outro ponto estranho é que quem vai buscar Harry Potter na casa dos tios não são os integrantes da Ordem da Fênix, mas o próprio diretor de Hogwarts: Dumbledore.
Contudo, o ano letivo inicia-se, embora alguns pais temerosos pela volta de Voldemort tenham retirado os filhos da escola. Um ano de mistérios e dúvidas persegue Harry Potter, um livro de Porções rabiscado com dicas e encantos, um livro que pertenceu ao Príncipe Mestiço, ajuda Harry, mas deixa seus amigos curiosos. Quem seria esse Príncipe Mestiço?
Novamente Harry vê-se num labirinto de dúvidas e mistérios, pois é neste livro que ele descobre muitas coisas sobre a vida de Voldemort. J.K. Rowling construiu um enredo cheio de mistério que é capaz de deixar o leitor extasiado e cada vez mais ansioso pela leitura.
Os mistérios são destrinchados, mas há um dia fatídico, há mortes, perdas e Harry novamente sofrerá e terá que tomar grandes decisões. Entretanto, nos deparamos aqui com os fortes laços de amizade entre Rony, Hermione e Harry que mostram o quanto amigos fieis e verdadeiros são capazes de tudo pela amizade.
Confesso que adorei o livro e que a série cada vez me cativa mais, não obstante este – como muitas pessoas já disseram – é um dos livros mais sombrios da série e tem um final que me surpreendeu muito, não que eu não tenha gostado do fim, mas eu realmente não esperava, portanto, foi um choque.
A leitura é rápida, não pelo livro ser pequeno, porque ele não é (são 510 páginas!), mas porque após o inicio dificilmente se consegue largar o exemplar. Os personagens descritos por Rowling continuam evoluindo, crescendo. Os detalhes nas descrições e diálogos são fascinantes. Em suma: o livro não é cansativo, pelo contrário é perfeito!
Sem dúvida indico!

Camila Márcia

Resenha: Harry Potter e o Enigma do Príncipe (Vol.6) - J. K. Rowling

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Saudações Leitores!
Já faz uma semana que terminei de ler Harry Potter e a Câmara Secreta, mas só hoje fiz a resenha, pois a semana passada minha vida estava (e ainda está) uma correria, além do mais, também demorei mais do que o comum para ler este livro, pois andei super ocupada e estava lendo outros livros para a faculdade, mas enfim, no meio desse 'caos' consegui terminar de ler, gostei do que li, posto aqui minha resenha, confiram:


Harry Potter e a Pedra Filosofal, J. K. Rowling, Rio de Janeiro: Rocco, 2000, 287 pág. (tradução de Lia Wyler)

       “Harry Potter and the Chamber of Secrets”, segundo livro da série, foi publicado originalmente em 1998, J. K. Rowling prossegue contando as aventuras do bruxo Harry Potter & Cia. A história inicia exatamente onde a do primeiro livro terminou: nas férias.
       As férias de Harry Potter com seus tios e seu primo foram em uma única palavra: horríveis, entretanto, fatos estranhos aconteceram, como a visita de Dobby que aconselha Harry não voltar para Hogwarts, pois lá irão acontecer coisas estranhas e se Harry fosse correria muito perigo, não obstante, Harry anseia para o inicio do semestre, pois já não suporta estar com os tios trouxas. É neste ínterim que após um incidente na casa dos tios que Harry vai no carro voador com os irmãos Weasley para a casa deles terminar de passar as férias.
       O ano letivo se inicia e fatos estranhos começam a ocorrer em Hogwarts, pessoas são petrificadas e surgem boatos de que a Câmara Secreta foi aberta novamente, Harry, Rony e Hermione começam a tentar desvendar o mistério, pois Harry é injustamente acusado de ser o herdeiro de Slytherin (pois só ele poderia abrir a Câmara Secreta). Entre muita ação, investigação, suspeitas rolam muitas aventuras.
       J. K. Rowling mais uma vez contou uma história muito bacana, cheia de aventuras, mistérios, magias e emoção. Ademais sua forma de narrar é sempre muito fluida e não deixa de esclarecer nenhum ponto que mencionou, mantendo uma coerência impecável do começo ao fim do livro.
       Gostei muito do segundo livro da série e ao findá-lo a vontade de ler os livros seguintes é muito maior, pois a curiosidade da vida do bruxinho só aumenta a cada livro. A certeza de que há muito a ser descoberto faz a curiosidade crescer consideravelmente. “São as nossas escolhas, Harry, que revelam o que realmente somos, muito mais do que as nossas qualidades” (p.280).
       “Harry Potter e a Câmara Secreta” é um livro indicado para os fãs da série, crianças, jovens e também para adultos que curtem o gênero.

Camila Márcia

Resenha: Harry Potter e a Câmara Secreta (Vol. 2) - J. K. Rowling

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Saudações Leitores! 
Já faz algumas semanas que comecei a ler Harry Potter e a Ordem da Fênix, entretanto comecei em um período bem puxado de provas da faculdade, minha amiga Poliana Fonteles (do blog Minhas Ana's) me emprestou (como ela tem feito com toda a série e carinhosamente a chamo de Polly Potter, porque ela é muito fã). 
Mas, enfim...dai entrei de férias e como o livro é bem grande (o maior da série!) fiquei alternando a leitura dele com outros livros menores que tenho que resenhar para as parcerias (do tipo um dia lia Harry e no dia seguinte lia outro livro). Então, agora terminei de ler e só posso dizer que fiquei sem palavras (embora meus preferidos ainda sejam: o Prisioneiro de Azkaban e o Cálice de Fogo) muito bom, mas chega de bla bla blá...


Harry Potter e a Ordem da Fênix, J. K. Rowling, Rio de Janeiro: Rocco, 2003, 702 pág. (tradução de Lia Wyler)

        Em junho de 2003, na Grã-Bretanha, foi publicado o quinto livro da série criada por J.K. Rowling: “Harry Potter and the Order of Phoenix”, sendo publicado no Brasil ainda no mesmo ano. Este livro também teve adaptação cinematográfica que foi estreada nos cinemas em 2007.
        J.K.Rowling continua a contar as aventuras de Harry Potter agora com 15 anos de idade e, como de práxis, a história se inicia nas férias de Harry, que não têm sido nada boas. Após a volta de Voldemort, Harry fica completamente desinformado do que está acontecendo com a comunidade bruxa, pois está passando as férias com os tios trouxas e sem nenhum contato com seus amigos Rony e Hermione fica entediado e ao mesmo tempo temeroso, apesar disso, também fica com muita raiva, pois acredita estar sendo deixado sem informações deliberadamente.
         Contudo, após um misterioso ataque dos Dementadores a Harry que se defendeu produzindo um Patrono, Harry é levado para a sede da Ordem da Fênix, em que vários bruxos liderados por Dumbledore se reúnem para elaborarem estratégias para impedir que Voldemort consiga levar outros bruxos para o lado das trevas. Lá na sede da Ordem, Harry reencontra-se com os Weasley e com seu padrinho Sírius.
        Mas as coisas não só começa complicadas para Harry Potter, muita coisa acontecerá neste ano em Hogwarts, desde a intromissão do Ministério de Magia, com a participação especial da Alta Inquisidora Dolores Umbridge que irá atazanar a vida de alunos e professores, como coisas misteriosas, sonhos estranhos e situações muito excêntricas vivenciadas na escola. O quinto ano de Harry e seus amigos Rony e Hermione serão marcados por proibições, primeiro beijo, aventuras e perdas.
        De fato, o enredo é muito bem construído e cada detalhe na história é bem entremeado e desenvolvido. A autora tem a felicidade de continuar amadurecendo a história, bem como seus personagens. Contudo o livro contem 38 capítulos e todos são extensos, o que, para mim, não chega a ser um ponto negativo, já que, percebe-se evidentemente que não se trata de uma literatura para crianças (embora haja crianças que a apreciem), mas sim juvenil, contudo em alguns momentos se tornou um pouco cansativa a leitura.
        É impressionante que a cada livro da série que leio acho cada vez mais fabulosa a forma que J. K. Rowling desenvolve a história e como ela consegue envolve-la em tantos mistérios deixando o leitor sempre preso a leitura e acho ainda mais fascinante como ela consegue desvendar o mistério ligando cada fato e cada pequeno detalhe que foi citado lá no comecinho do livro ou ainda lá no primeiro livro da série.
        Não obstante, J.K. Rowling sempre aborda acontecimentos passados em cada um de seus livros como se fosse um breve resumo o que contribui para que qualquer leitor, mesmo aqueles que não leram o primeiro livro, acompanhe a história, mas, é claro, a leitura da série na integra é muito mais interessante.
        Enfim, sinto-me na obrigação de indicar esse livro, pois simplesmente o adorei, mas confesso que no princípio me assustei um pouco com o livro, afinal são 702 páginas com letras bem pequenas! J.K. Rowling é fera né? Conseguir prender um leitor durante 702 páginas, não é pra qualquer um não...

Camila Márcia

Ps.: Apesar de ainda não ter assistido ao filme baseado neste livro, fico me questionando como um livro de 702 páginas cheio de detalhes importantíssimos podem ter se transformando em um filme de... de duas horas?... Bem, acredito que o filme deve ser ótimo,  mas como toda adaptação devem ter cortando muitas coisas imprescindíveis.

Resenha: Harry Potter e a Ordem da Fênix (Vol.5) - J. K. Rowling

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Saudações Leitores!
Pronto, terminei de assistir a série Harry Potter e é claro que o final dessa série foi épico e agora entendo porque a série de livros e filmes marcou - e ainda marca - uma geração de crianças, jovens e adultos. Acredito que tudo o que eu escrever aqui não chegará nem aos pés da emoção que eu senti ao ler e assistir aos livros e filmes, respectivamente.

Título Original: Harry Potter and the Deathly Hallows - Part II
Gênero: Aventura, Fantasia, Mistério
Direção: David Yates
Roteiro: J.K. Rowling, Steve Kloves
Produtores: David Barron, David Heyman, J.K. Rowling
Duração: 120 minutos
Ano: 2011

Sinopse: Na segunda parte do final épico da série, a batalha entre o bem e o mal no mundo da magia se torna uma guerra entre centenas de bruxos. Os riscos nunca estiveram tão altos e nenhum lugar é seguro o suficiente. Assim, Harry Potter precisa se apresentar para fazer o seu último sacrifício, enquanto o confronto final com Lorde Voldemort se aproxima. Tudo acaba aqui. (Fonte: Filmow)

MINHA OPINIÃO
Eu chorei com o final. #ProntoFalei. É estranho ver uma série que você acompanha chegar ao fim, estranho porque um turbilhão de emoção lhe envolve: tristeza pelo final da série, alegria por poder assistir ao filme, curiosidade para saber se o final corresponderá a toda a expectativa criada.
Como todos sabem o sétimo livro da série, originou os dois últimos filmes (resenha do livro AQUI) e a segunda parte de As Relíquias da Morte passa a sensação de dever cumprido, pois não posso deixar de comentar que todos os livros do Harry Potter - apesar de algumas mudanças e/ou omissões - foi muito bem adaptado às telonas, a essência da história e os personagens são os mesmos.
Contudo devo admitir, como fã, que os livros trazem a história mais completa, com detalhes preciosos para quem quer ir a fundo na história desse fantástico bruxo, mas que as adaptações não pecam em relação aos livros. Vale a pena conferir os dois, mas sei que nem todos leram Harry Potter, mas tenho certeza que muita gente já assistiu pelo menos a um filme da série.
Essa minha postagem vem imbuída de sentimentos nostálgicos, pois me apeguei demasiadamente ao Harry e pretendo, assim que possível, reler e assistir novamente aos filmes e tenho certeza que a experiência será nova mesmo eu já conhecendo a história.
O Último filme da série tornou-se um dos meus favoritos, os efeitos, a ação, a adrenalina presente nele é imensurável. Gosto de pensar que minha vida também mudou ao conhecer o Harry Potter, também pude aprender que amizade e amor são doação e não importa as críticas e intrigas, no íntimo, quando conhecemos o que é certo devemos enfrentar tudo, mesmo que tenhamos medo, afinal o medo faz parte da vida.
Não vou me estender mais nessa postagem, pois será difícil eu escrever tudo o que penso aqui, então deixo a dica de filme: assistam vale a pena e mais do que assistir, reflitam sobre os filmes/livros como um todo.

Camila Márcia

Filme: Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2

sábado, 4 de agosto de 2012

Instagram