Resenha: “Fique Onde Está e Então Corra” de John Boyne

Saudações Leitores!
Não entendo o motivo de eu ter demorado tanto tempo para ler Fique Onde Está e Então Corra*, pois é um livro que eu tinha certeza que iria gostar, não há nada que John Boyne escreve que eu não goste, ele é um dos meus escritores favoritos. Fato. Agora deixo vocês com minha resenha:


Fique Onde Está e Então Corra, John Boyne, São Paulo: Seguinte, 2014, 222 pág.
Traduzido por Henrique de Breia e Szolnoky

Stay Where You are and Then Leave (2013), no Brasil, Fique Onde Está e Então Corra foi escrito pelo irlandês John Boyne, mesmo autor de O Menino do Pijama Listrado, O Garoto no Convés, O Palácio de Inverno, Noah Foge de Casa e Tormento, já resenhados aqui no blog.
Quem leu minhas resenhas anteriores dos livros do John Boyne já deve ter percebido o quanto sou fã do escritor e admiro não só os temas que ele aborda, mas a forma fantástica, triste e ao mesmo tempo sensível de falar sobre coisas sérias.
Fique Onde Está e Então Corra se passa durante a Primeira Guerra Mundial, e foca no menino Alfie Summerfield e sua família. Alfie tem 5 anos quando seu pai George se voluntaria para ir a guerra. Alfie sente saudades do pai todos os dias, pois o tinha como herói e, com 5 anos, Alfie é inocente e não entende as cruéis consequências da guerra, mas sentirá na pele algumas dela.
Com o pai na guerra e sem a previsão dessa guerra acabar, Margie – mãe de Alfie – passa a trabalhar para conseguir o sustento dela e do filho, então Alfie terá que lidar com mais essa perda: ele tinha um pai e uma mãe presentes que, na medida em que a guerra se estendia por longos anos se afastavam. Alfie passou a perceber, mesmo em sua inocência e já com 9 anos de idade, que ele era o homem da casa.
Alfie passou a trabalhar escondido para ajudar em casa, no entanto ele não esquecia o pai: achava que algo tinha acontecido, mas apesar de não saber o que era, pressentia que a mãe não era completamente honesta. Então, o menino busca descobrir, por conta própria o que estava acontecendo.
Fique Onde Está e Então Corra é de uma delicadeza incrível e chega a doer algumas partes, porque sabemos o que vem com a guerra: mortes, necessidades, famílias destroçadas, perda da inocência, soldados com as mentes estilhaçadas do terror que viram na guerra. Como não se emocionar com um assunto tão sério e tão real?
John Boyne, eu te amo, por me lembrar de nossa história, de nossas perdas: porque, numa guerra, ambos os lados saem perdendo, mesmo quando ganham. Isso é incrivelmente demonstrado no livro, de uma forma sagaz que o leitor verá se delinear ao ler cada palavra.
Se você, caro leitor, ainda não leu Boyne, não deixem de ler, sem dúvida irá se encantar com o autor. Particularmente Fique Onde Está e Então Corra tem uma linguagem bem infanto-juvenil, pois trata-se de um livro destinado para jovens, mas ele é demasiadamente rico e envolvente a ponto de prender qualquer tipo de leitor.


* Este Livro foi cortesia da Editora Seguinte, para saber mais sobre o mesmo, clique AQUI.

6 comentários:

  1. Olá, Mila! Tudo bom?
    Primeiramente achei seu blog lindo e sua resenha muito bem escrita. Quero voltar mais vezes aqui e já estou seguindo.
    Agora preciso dizer que esse livro está na minha lista infinita - parece que nunca tem fim - de livros para comprar e ler. Leia tantas coisas bacanas sobre ele que tem uma premissa encantadora também. Eu gosto muito de drama e esse autor escreve histórias com temáticas admiráveis.

    Bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    http://blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Diego,

      Seja bem-vindo! Volte sempre....
      Sobre seu comentário, obrigada, e sim, realmente John Boyne escreve livros temáticos maravilhosos, certamente você irá gostar e, entendo como é essa lista infinita... Toca aqui õ/

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  2. enredos de guerra e seus desdobramentos sempre me atraem, creio que possa ser uma boa leitura e que ja esta no encaixe de futuras compras
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaila,

      que fofa! Aposto que você gostaria desse livro. Quero que você o leia e quero saber sua opinião.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  3. Livros que se passam na guerra sempre me dão curiosidade e esse ainda tem uma capa maravilhosa e sua resenha me fez querer correr pra compra-lo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriela vá fundo, John Boyne é um ótimo escritor e os temas de guerra são destruidores de coração... a história emociona.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!